JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 16 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas.

Outros Articulistas

O paraíso é aqui

Quem diria?  

Em 1857, era São Pedro do Uberabinha; em 1891, passou a se denominar Uberabinha; só em 1929 recebeu o nome de Uberlândia, que permanece até os dias atuais.

Emocionante “Mattinata com a Banda Municipal” percorreu as ruas centrais da cidade e intensa programação cultural marcaram as festividades organizadas para comemorar o aniversário de Uberlândia. 

Ontem, Uberabinha; hoje, com o Sistema Capim Branco, proporciona abastecimento de água tratada para a cidade, garantindo segurança hídrica para três milhões de habitantes até 2060. 

Uberaba, com seus 201 anos, uma cidade que tem como referência Chico Xavier e sua importância para o mundo. Empenhou-se em curar os necessitados e se tornou o grande líder espírita. Possuímos o nosso bairro rural Peirópolis, atualmente uma atração turística do município em função dos fósseis encontrados. Parque com réplica de dinossauros! Surpreendente! Associação Brasileira dos Criadores de Gado Zebu (ABCZ) promove o melhoramento genético do país.

Tradição, religiosidade e história! Santuário da Medalha Milagrosa, Santuário-Basílica de Nossa Senhora da Abadia, Universidades, Academia de Letras do Triângulo Mineiro, onde se reúnem 40 acadêmicos em prol da literatura e da língua! Uberaba cultural! Uma cidade conservadora, mas que não abre mão de criar um espaço para que as coisas se renovem.

Nossa vizinha, com 133 anos, como referência, uma cidade avançada, progressista! Uberlândia conta hoje com 699.097 habitantes, população estimada em 2020, enquanto Uberaba tem 337.022 pessoas.

Vantagens? Desvantagens? 

A distância entre Uberaba e Uberlândia é de 1 hora e 26 minutos (108,6 quilômetros), via BR-050. 

Somos cidades irmãs. Sabemos que entre irmãos existem relacionamentos amigáveis, aqueles que possuem grandes afinidades entre si e cada vez mais intensos. Alguns são rivais, não têm laços, nem emocionais nem de personalidade e muito menos espiritual. Ainda existem aqueles irmãos que são inimigos, que se agridem. Assim são as cidades vizinhas, um tecer de relações. 

Nossa irmãzinha, mais nova, alcançou grande desenvolvimento devido à vinda de muitos forasteiros e continua a crescer de forma desenfreada. Os uberlandenses vangloriam-se do progresso! O nome “Uberabinha” hoje soa como um xingamento, uma desvalorização, um desrespeito e pode até ser sido a chama e um incentivo para o acelerado e surpreendente crescimento da enérgica Uberlândia.

Muitas cidades não se renovam, vivem de um passado glorioso, possuem mais qualidade de vida. Outras, ao longo do tempo, se reinventam. O objetivo é se tornarem territórios inovadores mais humanos, criativos e sustentáveis. 

Smart City ou cidade inteligente é um conceito relativamente novo. Parece improvável que uma cidade brasileira como Curitiba esteja na lista das sete mais inteligentes do mundo. Com 1,8 milhão de habitantes, é uma das mais verdes do país, com uma rede de 30 parques e áreas florestais, 70% dos resíduos produzidos pelos habitantes são reciclados e a prefeitura municipal criou programas de incentivo como o Câmbio Verde, onde a população pode trocar seu lixo reciclável por frutas e verduras frescas. Com um sistema de transporte urbano rápido e efetivo, os ônibus antigos são transformados em escolas móveis para educar a população a respeito da sustentabilidade. Não é à toa que a capital do Paraná é considerada uma das melhores cidades do Brasil para morar.   

O melhor lugar para se viver é aquele que nos faz felizes, é a terra que amamos. Uberlândia é amada pelos filhos, moradores e pessoas que chegam atraídas pelo ritmo acelerado. Araxá, pelas águas termais, Tauá Grande Hotel Termas de Araxá, Dona Beja, seus doces e cultura. Sacramento, pela “Gruta dos Palhares”, com representatividade à banda, à carismática escritora Carolina Maria de Jesus (Quarto de despejo), Casa da Cultura, biblioteca com um grande acervo, teatro e outras tantas novidades. Araguari é querida pelo extraordinário Batalhão Mauá Base Militar, povo afetuoso e acolhedor, como o próprio nome diz: “Cidade Sorriso”. 

Todos somos enamorados de nossas cidades.

Nós, uberabenses, temos inúmeros motivos para amar nossa Uberaba. Podemos passar pelo misticismo reinante no pedaço, pelos fósseis de dinossauros e cristais embaixo da terra, pela genética do gado. Seus santuários, teatros, literatura e artes, as cachoeiras transbordando de beleza ou apenas pela paisagem. Aqui é o paraíso!

Dois beijos...

 

Ani e Iná

aninauberaba@gmail.com

gemeasanina@hotmail.com

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia