JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 23 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas

Outros Articulistas

Ricardo de Minas Borges

Você já pensou em chegar numa boa aos cinquenta?

 Você já pensou em chegar numa boa aos cinquenta? Então por que você não tenta? Por que não se reinventa? Não tenha medo da loucura, do escuro, da solidão. Nem do elefante branco na contramão! Eu, como já estou aos 52, tento passar um pouco da minha filosofia, que aprendi com artistas, músicos, poetas e até filósofos! E uma das coisas que aprendi foi com a artista Joyce Moreno: "bom é não fumar, beber só pelo paladar, comer de tudo que for bem natural e só fazer muito amor, porque amor não faz mal". Mas como sou da terra do Zebu, acho as carnes alimentos naturais também. Uma amiga minha que tomou o "Santo Daime" há uns vinte anos numa dessas comunidades, teve um sonho com sacrifício de animais para consumo próprio e ficou com pena dos bichos, passando, assim, sem comer carne durante 17 anos. Chegava a vomitar quando comia. Foi quando foi parar no médico com anemia profunda e com falta de ferro no organismo. Mas graças a Deus (e ao médico), saiu do transe sonhador e passou a comer carnes também, ficando bem mais vistosa. Aos dezessete anos, li um provérbio chinês que me livrou desse karma. "O tigre não ‘tigruteia’ a sua ‘tigretude’. Ou seja um dos maiores predadores do reino animal não pensa quando mata pra comer". É mais ou menos assim...
A ciência garante que daqui a alguns anos o homem irá viver cem anos e hoje a expectativa de vida já aumentou um pouco. Você quer chegar numa boa aos cinquenta? Então dance ao som do rock dos anos 60, ouça e cante sertanejo no meio de intelectuais, afinal, seus pais certamente gostavam deste estilo de música e “quem puxa os seus não degenera”. Sorria e procure não ajuntar mágoas em seu coração, aceite ser amado, e até controlado, mas não "cãotrolado". Sei que as pessoas têm se tocado pouco ultimamente, isto não é nada bom, faz um clima diferente, de tristeza, dor e solidão. Mas tudo muda de repente, só no erro se aprende. Por isto eu falo aos meus amigos: "Não desista,enquanto houver amor insista". A vida é bela!

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia