JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 16 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas.

Outros Articulistas

Isto precisa ser dito

Corre um ti-ti-ti danado Brasil afora quanto à eleição de Fernanda Montenegro e Gilberto Gil para a Academia Brasileira de Letras. Uns, desinformados, dizem que Fernanda foi empurrada porta adentro, sem ter um livro publicado. Primeiro engano: ela, em parceria com outros autores, tem várias obras publicadas. Segundo engano: ignoram ou se esquecem das várias peças de teatro escritas por ela. Não sei se a atriz encadernou seus trabalhos teatrais, mas, se o fez, resultou num calhamaço de páginas divididas em vários fascículos. Aí estão os seus livros.
Gilberto Gil: autor de dezenas de músicas, todas consagradas. No mundo cibernético, consta que Gil tem obras publicadas em parceria com outros autores. Se ele também encadernou suas composições musicais, então formou o seu acervo literário. Quem pode dizer que não?

Prescreve o Estatuto da ABL, assinado em 1897 por Machado de Assis, Joaquim Nabuco, Rodrigo Otávio, Silva Ramos e Inglês de Sousa, no art. 2º: “Só podem ser membros efetivos da Academia os brasileiros que tenham, em qualquer dos gêneros de literatura, publicado obras de reconhecido mérito ou, fora desses gêneros, livro de valor literário”.
Entendo que Fernanda Montenegro entrou na ABL tendo os méritos essenciais e Gilberto Gil, também. Se são imortais discutíveis, já não é comigo. O que é “livro de valor literário”? Você, leitor(a), sabe definir?

Isto precisa ser dito: muitos candidatos concorrem sozinhos à vaga que pretendem. Aqui mesmo, ali ou alhures é comum tal ocorrência, ficando no foro íntimo dos concorrentes as razões que os levam a desistir ou não. Conseguir voto, oh, não é brincadeira!

Muitos querem entrar nas Academias de Letras a convite, sem passar pelo pesadelo de uma eleição, ignorando as regras do Estatuto. Não há melhor sabor do que vencer pelo esforço. Olhar para a sola do sapato e vê-la “furada” de tanto andar à busca de votos. Isso não tem preço. Se Fernanda Montenegro e Gilberto Gil suaram para ser eleitos, veremos logo, logo. O grau de afinidade dos dois com aquele sodalício há de nos revelar que tipo de imortais entraram na Casa de Machado de Assis.
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia