JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 27 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas

Outros Articulistas

Euseli dos Santos

Viva os 200 anos de Uberaba

Dia dois de março. Aniversário da nossa Uberaba. Parabéns à minha querida cidade natal pelos 200 anos de existência!

Aqui firmei raízes! É com grande satisfação que enalteço a terra onde nasci, construí, e ainda construo, a minha carreira de Advogado e formei minha própria família. Ou seja, sobram motivações para verbalizar o orgulho que sinto de ser UBERABENSE.

Para os visitantes, Uberaba é conhecida pela igreja de São Domingos e seu estilo neogótico e o formato em cruz; o Museu de Arte Sacra, Geossítio Peirópolis que abriga 1.500 fósseis datados entre 93 e 66 milhões de anos atrás e extenso material sobre os antigos moradores do planeta. Mas, arrisco-me em dizer que nada seja mais famoso que Chico Xavier, que adotou a cidade para deixar um rico legado de benevolência até seu falecimento, em 2002.

Para mim, nascido e cidadão formado pelos valores locais, Uberaba representa centenas de lembranças eternizadas na memória. Sou do tempo das brincadeiras de rua e dos pés descalços. Não que tenha sido muito diferente da maioria da população. Acredito que minha infância foi análoga à de muitas crianças. Também relembro com saudades os passeios em família no local onde hoje é o “Piscinão” (Parque das Acácias, antiga fazenda do Rezendão) e as idas ao centro comercial, quando a praça Rui Barbosa e a região central eram limpas e preservadas.

Ah, essas recordações me trazem tanta alegria! Elas foram determinantes para permanecer por aqui até hoje. Digo mais: foram fundamentais para construir o sentimento de orgulho de pertencer a este pequeno território, localizado na rica região do Triângulo Mineiro.

A partir da declaração de amor explícito pela cidade, você imagina, caro leitor, a tristeza que sinto ao presenciar o mau estado dos espaços da minha tenra idade. Em alguns casos, chega a dar indignação. Por favor, ilustríssimos dirigentes, tenham respeito pela história da nossa estimada Uberaba!

Talvez seja um momento oportuno para lembrar que este ano iremos eleger novos representantes municipais (prefeitos e vereadores). Se, por um lado, estamos celebrando o bicentenário da cidade, por outro, precisamos estar atentos às propostas dos candidatos. Relembremos o amor pela nossa terra natal. Assim como a maioria da população, quero continuar tendo orgulho do meu lugar no mundo: a querida Uberaba.

P.S.: Antes de finalizar a crônica, quero esclarecer sobre a data oficial. Até a gestão do prefeito Luiz Guaritá Neto, nos idos anos de 1993-1996, o aniversário da cidade era comemorado em 2 de maio. Na época foi criado, inclusive, um comitê para apurar documentos e chegar a um veredito sobre a fundação da cidade. A partir da análise dos dados históricos, a data mudou para 2 de março de 1820. Com isso, Uberaba ficou 36 anos mais velha, de um dia para outro. E, no final, chegamos em 2020 com 2 séculos de muita história para contar.

EUSELI DOS SANTOS
ADVOGADO MILITANTE EM UBERABA

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia