JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas

Outros Articulistas

Fábio Braga

O valor da informação

Nesta última sexta-feira (29), o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou detalhes do Censo 2010. Dentre as informações o levantamento apontou que a população brasileira cresceu de 169.590.693, do Censo 2000, para 190.755.799, variação de 12,48%.

A pouco mais de um ano do processo eleitoral, que vai eleger novos prefeitos e vereadores, em todo Brasil, passamos a ver o valor da informação. Em Uberaba, a população aumentou e pela primeira vez poderemos ter uma eleição para Prefeito que deverá ser resolvida no segundo turno.

Segundo ainda o IBGE, na faixa etária em que a maioria dos jovens está indecisa em relação ao seu futuro, quase 661,2 mil pessoas entre 15 e 19 anos – e outras 132 mil entre 10 e 14 anos – no Brasil são responsáveis por seus próprios domicílios, de acordo com dados divulgados do Censo 2010.

Esta grande fatia da população já votou ou vai votar pela primeira vez, com uma consciência bem diferente do restante dos demais jovens no país. E agora, como abordar estes eleitores? Essas e outras perguntas são desafios que os políticos irão enfrentar nas próximas eleições. Mas, existe uma nova maneira de abordagem junto ao eleitor. Estes estão cada vez mais seletivos, e com tantas mudanças e o acesso fácil à informação, não se tem mais espaço para discursos vazios. Agora, mais do que  nunca, não basta apenas querer ser político é preciso estar preparado e apresentar propostas realmente verdadeiras. O eleitor está atento e agora a consciência política tende a cada dia se tornar maior, tirando o espaço dos aproveitadores.

Ainda nesta onda de informação, destaque para o espaço que a internet vem ganhando, junto a estes jovens. Nos Estados Unidos, sem levar em consideração as leis de lá, grande parte da campanha, já é feita pela Internet, como vimos em todos os noticiários o lançamento da campanha de reeleição do Presidente Barack Obama. E no Brasil, nas últimas eleições já começamos a experimentar este gostinho também.

O que vemos é uma grande maré de informações que é cada vez mais crescente. Vem aí as eleições com um público cada vez mais exigente. Agora é esperar pra ver, como os marketeiros e políticos vão se comportar com essa nova geração de formadores de opinião, os jovens!

 

(*) Publicitário e Diretor da
SOLIS COMUNICAÇÃO, MARKETING E CONSULTORIA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia