JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de julho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas.

Outros Articulistas

Vamos reduzir o número de quem sofre com ansiedade?

40 milhões de pessoas sofrem por ano com transtornos de ansiedade somente no Brasil. Isso mesmo! 40 milhões de pessoas!! Esse número é maior do que o número de habitantes das 12 cidades mais populosas do Brasil. Dá para imaginar quantas pessoas acumulam prejuízos e perda de funcionalidade em função da ansiedade?

Considerando todas essas pessoas, posso imaginar que você, necessariamente, pertence a um de dois grupos: ou você é uma pessoa rodeada por pessoas que sofrem todos os dias com ansiedade (mesmo que você não saiba disso) ou você é uma dessas pessoas que sofrem em função da ansiedade. E, justamente por isso, fico feliz por esse artigo ter chegado até você, já que eu tenho um grande convite a te fazer.

Diariamente, eu invisto meu tempo de várias maneiras para auxiliar pessoas que sofrem com ansiedade a ter mais qualidade de vida e a resolver esse problema. E eu quero que você contribua comigo para diminuir significativamente esse número!

Como?

Fazendo parte e disseminando essa comunidade de discussão e resolução da ansiedade!

Se você faz parte do primeiro grupo, que não sofre de ansiedade, saiba que você está rodeado de pessoas que sofrem com ela, e que você pode fazer com que os conteúdos dessa comunidade cheguem a várias delas. Encaminhe esse artigo a algumas dessas pessoas, com um “emoji” simbolizando que “estamos juntos” e você já terá feito muito para auxiliar!

Se você faz parte do segundo grupo, quero que saiba que há maneiras de diminuir seu sofrimento e ter muito mais qualidade de vida. E eu quero fazer parte disso! Esteja comigo e vamos trabalhar juntos para resolver esse problema!

Posso contar com você?

André Luiz Moreno
Psicólogo, mestre em Psicologia, doutor em Saúde Mental, especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental e consultor em Saúde Mental
moreno.andreluiz@gmail.com
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar