JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Articulistas

Outros Articulistas

Luiz Cláudio dos Reis Campos

2020 - O que vem por aí

Período fértil para mudança de rumo na vida. Você começou o ano assistindo a uma série de “novidades”. Chuvas, temporais, tempestades, deslizamentos, cerveja contaminada, fila do INSS chega a 1,5 milhão, vem aí mais um BBB e seus paredões. Comece a se preparar para o carnaval. A seu modo, procure se divertir. O ano só começa depois da folia, precisamente na quarta-feira de Cinzas, início de março. Ao contrário da música, diga: tô me guardando pra quando o carnaval passar. Naturalmente, deve pintar uma nova dança baiana, até porque atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu. Haverá nas estradas a chamada operação carnaval e, posteriormente, os dados a respeito dos acidentes. Aumenta o número de carros, fruto da dita escalada social no país, assim como a precariedade das rodovias. Paradoxo abissal entre o deslumbre consumista e os parcos investimentos no setor. Momento propício de convocar as montadoras para participar compulsoriamente da melhoria das estradas, afinal é por essas vias que circula o objeto de desejo de milhões de pessoas. Esta seria a missão social dos fabricantes de automóveis, a contrapartida em resposta ao crescente mercado que lhes rende bilhões de reais. Bom, de qualquer forma ainda não chegou o carnaval. Nem março. Para os próximos meses que completarão o ciclo zodiacal da segunda década do século 21, não se avizinham surpresas. É certo, para o final do ano, Roberto Carlos, na Globo, repetindo para Jesus Cristo que ele continua aqui. Também é certo afirmar que as águas de março fecharão o verão, é a promessa de vida em nossos corações. De abril a julho é um pulo sobre maio e junho. É, o tempo não para. De agosto e setembro, nem me lembro. Outubro, novembro e dezembro são três meses apenas. Pronto, é ponto final. Você está pronto para a nova partida. Um ano a mais em sua vida, um a menos de despedida. Por isso, aproveite como se não houvesse amanhã. Desfrute e compartilhe as belezas de sua vida com quem ama, com seus amigos e faça sua parte para que boas novas de fato surjam e, ao final de mais um ano, terá valido a pena porque você fez para merecer um mundo melhor. Ia me esquecendo, fake news continuarão correndo à solta, acredite.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do JORNAL DA MANHÃ. O conteúdo é de responsabilidade exclusiva do autor.
DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia