JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 01 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Mulher é sequestrada na porta de varejão; bandidos roubam carro e pertences

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

11/02/2021 - 20:10:19. Última atualização: 11/02/2021 - 20:14:37.

Queda do telhado

Na manhã desta quinta-feira (11), uma dona de casa de 35 anos compareceu na 1ª Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Uberaba e pediu uma guia de necropsia para seu irmão, G.S.S, 40 anos. Ela contou que no dia 8 de fevereiro passado, por volta das 23h, encontrou seu irmão caído no chão do quintal da casa do vizinho. Ele estava desacordado e foi levado inicialmente para UPA Mirante. Devido a gravidade, foi encaminhado com urgência para o HC da UFTM, onde morreu na quarta-feira (10). A dona de casa não sabe o que pode ter acontecido, mas ouviu dizer que seu irmão teria caído do telhado. O caso já está na DHPP.

Celulares apreendidos 

Policiais penais apreenderam celulares e acessórios no momento em que presos tentavam apanhar os objetos na cerca da Penitenciária de Uberaba, por volta das 7h30 desta quinta-feira (11). Um policial penal fazia rondas pela muralha do Pavilhão Galeria e visualizou que os presos da Ala “D” estavam tentando puxar alguns objetos presos na cerca concertina que fica instalada sob a laje, próximo às ventanas das celas. O policial penal percebeu que uma câmara de pneu estava sendo puxada pelos presidiários e se adiantou e pegou primeiro. Ao abrir a câmara de pneu encontrou duas capas traseiras de celular, dois chips da Tim, um chip da Algar Telecom, duas chaves para abrir compartimentos de aparelhos celulares e seis aparelhos celulares. Todos os objetos foram apreendidos e encaminhados a Polícia Civil para instaurar inquérito policial. 

Por entender

Eu tenho dificuldades de aceitar aquilo que não entendo. No final de semana passado, eletrônicos, inclusive os aparelhos e monitores da UTI, do Hospital São Domingos, apresentaram problemas, possivelmente devido a interferência de bloqueador de sinal instalado nas imediações. O problema levou um engenheiro elétrico, que presta serviço para hospital, a registrar o caso na polícia.

Perguntas que não querem calar

Se conseguem interferir em aparelhos eletrônicos de um hospital, porque não fazem o mesmo na penitenciária? Moro em um condomínio onde o sinal das operadoras de celular é péssimo, mas na penitenciária todas funcionam muito bem. Até ladrão pé de chinelo tem bloqueador de sinal. Apesar de ser ilegal, o aparelho é encontrado facilmente na internet e custa muito barato. Quem lucra com os celulares funcionando nas penitenciárias por este país adentro? Porque ninguém faz nada? Por que isso não acontece nos presídios federais? 

Loja de celular na penitenciária

E para aqueles que acham que falo muito, na tarde desta quinta-feira (11), policiais penais apreenderam uma quantidade de celular que muitas lojas do ramo não têm no estoque. Durante revista minuciosa na cela 37 da Ala “C”, do Pavilhão Galeria, os agentes encontraram e apreenderam: 18 celulares, 15 chips de operadoras diversas (para o cliente escolher a da sua preferência), um cartão de memória, 17 carregadores, uma tomada, um fone de ouvido, três porções de maconha e duas capas de celular. Um preso de 30 anos disse que a lojinha é dele. Já na cela 35 da Ala “C”, também no Pavilhão Galeria, os policiais penais apreenderam: três celulares, dois carregadores e dois chips. Um presidiário de 27 anos assumiu a propriedade dos objetos. Na cela 52, Pavilhão Galeria da Ala “D”, foi encontrado um carregador. Um preso de 20 anos disse que o objeto era dele. Enquanto o Estado não faz absolutamente nada para combater esse tipo de ilícito, crimes vão sendo cometidos, por quem está preso, lá dentro e aqui fora. Como entram tantos celulares na cadeia? Eu até imagino a resposta....

Indignado

O furto dos R$63.412,00 em uma empresa na avenida Leopoldino de Oliveira, na madrugada desta quinta-feira (11), podia muito bem ter sido evitado. Tem características de outro furto, no mesmo local, mesma vítima, ocorrido em 10 de janeiro de 2019, onde os ladrões levaram R$76.648,25. Suspeita-se que sejam os mesmos autores. Mas porque poderia ser evitado? Do primeiro furto (10-01-2019) até esta quinta-feira (11) nada foi feito para dificultar a ação dos marginais. Estava tudo do mesmo jeito. Nos dois casos, os ladrões fizeram um buraco na parede e cortaram o cofre como se fosse uma lata de sardinha. Com certeza os ladrões conhecem bem o local. O que me chama a atenção é que apesar de estar dentro de uma das maiores redes de lojas do país, o interior do guichê da empresa não possui circuito de câmeras, tão pouco alarmes e sensores. E tem mais: foram verificadas imagens de câmeras pertencentes à empresa, mas não viram nada, pois não possuem foco no guichê. Depois querem reclamar das polícias. Segurança Pública é dever do Estado, mas todos têm responsabilidades. Na minha casa tem sistema de alarme e eu moro em condomínio fechado. Eu sou responsável pela segurança dos meus pertences. Sou responsável pela minha segurança e segurança da minha família. Eu sei que não existe meio 100% eficaz, mas posso dificultar. Entre o fácil e o difícil, quem você acha que o marginal vai preferir? E não me venham falar que pagam impostos. Todos nós pagamos impostos. Isso é de deixar qualquer um indignado.

Assaltada e sequestrada 

Dona de casa de 63 anos foi assaltada e sequestrada na saída de um sacolão, avenida da Saudade, bairro Santa Marta, às 13h20 desta quinta-feira (11). Um suspeito de 48 anos chegou a ser preso e outro identificado pela PM. A dona de casa contou que estacionou seu veículo Hyundai Creta, cor prata, placas PRK-1531, para fazer compras em um sacolão. Ao retornar, colocou as compras no porta malas. No momento que entrou e sentou-se no banco do motorista, um indivíduo moreno, usando bermudas claras e camiseta também na cor clara, entrou no veículo pela porta do passageiro e anunciou o roubo. A vítima não viu armas. Depois de anunciar o assalto, o homem disse: “Fica quieta ou eu te mato, tem um veículo atrás de nós dando cobertura, não olha, se eu não conseguir levar seu carro eu te mato". Ele também determinou que ela desligasse o celular e entregasse para ele. O homem assumiu a direção do carro. A mulher foi deixada próximo ao terminal rodoviário. Foram roubados pertences pessoais, aparelho iphone e o carro. A PM conseguiu imagens dos dois assaltantes e do carro que dava apoio. Um homem foi preso. Ele foi reconhecido, até porque tentou desviar a atenção dos funcionários do verdurão dizendo que havia sido assaltado. Ele confessou sua participação no crime, até porque não tinha como negar com as imagens. Ele também levou os PMs até a casa do comparsa, mas não foi encontrado. Foi apreendido o Fiat Uno, branco, placas GRO-6591 usado no crime.   

Colecionando vítimas

Um empresário de 46 anos passou por momentos de terror durante assalto em sua na sua empresa na avenida Coronel Joaquim Oliveira Prata, Parque Bom Retiro. O crime aconteceu às 7h45 do dia 28 de janeiro passado. Ele conta que foi abordado dentro da sua empresa, quando uma moto preta com um homem ficou na porta da oficina. Outro homem, em de uma moto vermelha, entrou na oficina. Foi o homem da moto vermelha quem anunciou o assalto e exibiu uma arma de fogo. Já o assaltante que estava na moto preta foi até o empresário e pegou sua corrente de ouro e R$250,00. Chamou a atenção do empresário a fala de um dos marginais que disse, “já fazia um tempo e nunca dava certo de roubar o referido estabelecimento”. Estes dois homens estão colecionando vítimas de assalto. Eles estão sempre nas duas motos.

Golpe do WhatsApp

Engenheiro civil de 50 anos acabou perdendo R$1mil no golpe do WhatsApp clonado. Ele fez a transferência bancária depois de receber mensagens de sua vizinha pedindo a transferência bancária. O engenheiro percebeu o golpe quando viu que fez a transferência para conta em nome de outra mulher. 

Procura-se

A Polícia Militar está à procura de um homem que durante fuga dispensou uma arma de fogo na rua José Maria Ávila, bairro Girassóis 3, às 9h20 desta quinta-feira (11). Ele estava em uma Honda Titan, cor preta, sem placa. A arma apreendida é uma garrucha cromada, marca Rossi, calibre 22, e está com o cabo preso por fita isolante. Também foram apreendidos seis cartuchos para a mesma arma de fogo, coldre e uma porção de maconha.

Constrangimento...

Um grande atacarejo em Uberaba pode vim a ter problemas com a Justiça por suspeita de constrangimento ilegal de funcionário (atendente de loja), de 19 anos, portador de necessitardes especiais. Conforme o pai deste rapaz, um aposentado de 48 anos, seu filho apresenta o transtorno do espectro autismo (síndrome de Asperger) e no dia 11 de novembro do ano passado foi contratado pelo atacarejo para exercer atividade remunerada na condição de portador de necessidades especiais.  No dia 24 de dezembro de 2020 houve um acidente envolvendo um carrinho de compras que bateu em uma porta de vidro. A porta quebrou, mas ninguém ficou ferido. Devido a esse acidente, uma funcionária teria gritado com o rapaz. Ela foi transferida de loja, mas retornou e, segundo o pai do rapaz, estaria perseguindo o jovem e agora terminou por demiti-lo. O pai do rapaz jura que não vai ficar assim

Cartão clonado

A Caixa Econômica Federal nunca foi um exemplo de banco seguro, mas nos últimos meses ficou muito pior. Que o diga um advogado de 63 anos. Ele teve um cartão de crédito e débito clonado e os golpistas gastaram, no comércio em Uberaba, R$4mil. O advogado quer ver as imagens de segurança dos locais onde seu cartão foi usado. 

Furto de chip empresarial

A Polícia Civil deve instaurar inquérito policial para apurar o furto de um chip telefônico empresarial. O autor do furto seria o vigia (21 anos). O empresário de 37 anos explica que o vigia, não satisfeito em furtar, ainda vendeu o chip a um terceiro. Ele fez contato com esse terceiro para apanhar o tal chip, mas agora o telefone está desligado.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia