JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 01 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Policiais descobrem pé de maconha em casa de professor, após ele ter casa furtada

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

10/02/2021 - 20:50:50. Última atualização: 10/02/2021 - 20:52:30.

Morte de preso na DP

O preso D.H.F.L, 34 anos, morreu por volta das 4h10 desta quarta-feira (10), na cela transitória 1, da Delegacia de Plantão de Polícia Civil (PC), rua Luiz Próspero, Parque das Américas. Ele chegou a receber os primeiros socorros (técnicas de reanimação) de um agente da PC e também de uma equipe do Samu. 

Inquérito policial

Conforme documento lavrado pelos agentes da PC no plantão, o preso estava aguardando o transporte para o presídio de Sacramento, onde ficaria por 15 dias e depois voltaria para Uberaba e ficaria na Penitenciária Professor Aloisio Ignácio Oliveira. O corpo do preso foi encaminhado ao IML. O caso está sendo tratado como morte natural (infarto fulminante), mas de qualquer forma foi instaurado inquérito policial.

Antecedentes criminais

Ele foi abordado por uma guarnição da Polícia Militar transitando pela rua Santiago, Vila Araxá, às 10h de terça-feira (9). Foi consultado seu nome e constatado mandado de prisão em seu desfavor. Ele foi levado direto para a Delegacia de Plantão, onde morreu.  O homem responde a 17 inquéritos policiais junto à Polícia Civil e tem passagens por furto, roubo, receptação e tráfico de drogas. 

Recomendo

Pãozinho de batata recheado com catupiry e queijo ralado crocante por cima. Eu sei que só de ler essa descrição você já ficou com vontade, né?! Então amanhã já sabe: corre para a SaboReal e delicie-se com esse sabor: avenida da Saudade, 1.411 e avenida Leopoldino Oliveira, 2.541.

PM prende professor de português

Professor de português de 33 anos é preso por suspeita de tráfico de drogas, na rua Alaor Manoel da Cruz, Jardim Itália 2, às 15h desta quarta-feira (10). Na casa do professor, policiais militares apreenderam sete vasilhas com plantas cannabis sativa, quatro recipientes com sementes supostamente de cannabis, três violões e um notebook. O detalhe, na verdade o grande detalhe, é como a PM chegou até as drogas. Inicialmente o 190 recebeu um chamado informando furto na casa do professor. Quem acionou a PM foi um vizinho. Os militares quando chegaram no local, não encontraram os ladrões. Os PMs foram até o muro da casa da vítima, no caso, o professor de português. Do muro viram o notebook do professor jogado no quintal. Foi aí que a casa do professor caiu, na verdade, desabou. Foi dali que os militares viram as plantas de cannabis sativa e as sementes. Depois de uma hora, o professor de português chegou no local e confirmou que os ladrões não levaram nada, mas que as plantas e sementes eram maconha. Ele passou de vítima de furto para suspeito de tráfico de drogas em um simples instante

Fiscalizando

Leitor acionou a coluna para complementar a nota publicada ontem neste espaço. Ele chama a atenção para a grande quantidade de menores (crianças e adolescentes) vendendo balas, paçoquinha, jujuba, geladinho, panos de prato, saco de lixo, livrinho e por aí vai.... Muitos vão na cara dura e pedem dinheiro mesmo. Em alguns casos, como já foi visto na rua Major Eustáquio com Leopoldino de Oliveira, um adulto (aparenta ser mãe dos meninos) fica por perto tomando refrigerante e fiscalizando os garotos.

Os milagreiros

Você já viu a polícia operar um milagre? Eu já. Nossos policiais também são bons nisso, você nem imagina. Eu já vi cadeirante deixar a cadeira de rodas e sair andando. Já vi muita ferida ser curada. Receita de medicamentos desaparecer e não precisar mais de remédios. Eu já vi muitos que estavam de atestado médico dando vontade incontrolável de trabalhar. Eu já vi muitos com braços e pernas quebrados saírem andando e até esquecer dos ossos que estavam fraturados. Eu já vi muita gente que sofria de amnésia se lembrar até dos nove meses na barriga da mãe. E cego!!! Até parece que é a especialidade dos nossos policiais. O que já presenciei de cego que recuperou a visão e de deixar qualquer um boquiaberto. É impressionante!!! A capacidade dos nossos policiais de fazer milagre é de dar inveja a muitos pregadores. 

Trocadinho no semáforo

Recentemente eu estava passando pela avenida Leopoldino de Oliveira, próximo ao posto Mirante, um homem andava com dificuldades e escorado em uma muleta ortopédica pedindo um trocadinho no semáforo. O rapaz, aparentemente com problemas físicos, ao ver, somente ver, uma viatura da Polícia Militar, pegou a muleta, colocou debaixo do braço, acelerou os passos, atravessou a avenida e sumiu. Estaria ele curado? Foi operado mais um milagre? Isso porque o rapaz só viu, já pensou se ele tivesse sido abençoado de perto? Hoje, ele seria maratonista das olimpíadas. Como disse ainda não tenho certeza neste caso, pois não consigo encontrá-lo. Será que o rapaz se recuperou de vez e voltou a trabalhar? Aí já é milagre demais!!!  

Abolição mendicância

E sabe o que é pior? As policias e Guarda Municipal não podem fazer quase nada. Por força da Lei 11.983/2009, desde o dia 17 de julho de 2009 deixou a mendicância de ser contravenção penal. Até esta data a mendicância, em determinadas circunstâncias, era punida com pena de prisão simples, de quinze dias a três meses (art. 60 da Lei das Contravenções Penais - Decreto-Lei 3.688/1941). É por isso que a cidade está infestada de gente pedindo uma ajudinha, pedindo pra você ajudar comprando bala, paçoquinha, jujuba...

Fraude em acidente de trânsito

Um homem de 47 anos é acusado de alterar local de acidente com vítima na BR-050, quilômetro 171. Uma mulher teria caído de uma motocicleta elétrica. Ela foi levada para uma das UPAs. Já o homem foi para o local do acidente e retirou o veículo do local, o que prejudicou os trabalhos dos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A Polícia Civil recebeu o boletim de ocorrência da PRF e instaurou inquérito policial para apurar crime previsto no artigo 312 do Código Brasileiro de Trânsito: “Inovar artificiosamente, em caso de acidente automobilístico com vítima, na pendência do respectivo procedimento policial preparatório, inquérito policial ou processo penal, o estado de lugar, de coisa ou de pessoa, a fim de induzir a erro o agente policial, o perito, ou juiz: Penas - detenção, de seis meses a um ano, ou multa”.

Falso cartão clonado

Aposentada de 71 anos e portadora de Alzheimer foi vítima do golpe da falsa clonagem de cartão bancário, na rua Duque de Caxias, bairro São Benedito, às 13h30 desta quarta-feira (10). Os modus operandi são os mesmos: uma pessoa liga e diz que o cartão está clonado e manda um motoqueiro buscar. O resto você já sabe!!! Desta vez o problema é com o banco, mais especificamente Banco do Brasil.  Assim que a neta da aposentada soube do caso, ajudou a avó no contato com a central de atendimento do Banco do Brasil. Foi relatado o caso a funcionária e pedido o cancelamento imediato do cartão. A atendente disse que para o cancelamento era necessário o cartão.

Dano moral e material

Foi explicado de novo que o golpista levou o cartão do Banco do Brasil da aposentada.  Mais uma vez a idosa insistiu em cancelar o cartão e explicou de novo que não teria como passar os dados do cartão, mas poderia confirmar todos os dados da titular do cartão. Mesmo assim, a atendente do banco disse que não poderia cancelar. Conclusão: o cartão foi levado por golpista, mas o banco precisava do cartão para cancelar. Não fizeram absolutamente nada. 

No Jardim Califórnia

A Polícia Militar prendeu um desocupado de 22 anos por suspeita de estar traficando drogas, na rua Das Rosas, Jardim Califórnia, às 16h20 desta quarta-feira (10). No local foram apreendidas 44 buchas de maconha e sete tabletes menores da mesma droga. O acusado confessou que comprou as drogas por R$400,00. Os militares chegaram até o local graças a uma denúncia anônima. O que mostra, mais uma vez, que a melhor arma do cidadão contra crime, é a denúncia, mesmo que de forma anônima.


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia