JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SENTINELA

Continua depois da publicidade



Suspeita de fraudar auxílio é presa com R$60 mil em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

11/01/2021 - 20:35:58. - Por Carlos Paiva Última atualização: 12/01/2021 - 06:43:57.

Guarda Municipal apreendeu R$ 60 mil e prendeu uma mulher, de 40 anos, por suspeita de fraudar o auxílio emergencial. 

De volta...

Depois de quatro anos ausente, estou de volta com a Coluna Sentinela. Reafirmo o meu compromisso de informar com agilidade e responsabilidade, qualidades que me garantiram credibilidade. Obrigado a todos que confiam no meu trabalho e que sempre me estimularam a voltar a escrever esta coluna. Também estou no Facebook e Instagram. E não deixe de ouvir, de segunda a sexta-feira, às 17h, o Programa Sentinela na Rádio JM

Homicídio

Ao contrário do que alguns estão divulgando nas redes sociais, a dona de casa Tatiele da Silva Amâncio, 24 anos, não foi vítima de feminicídio. Ela foi vítima de homicídio com duas ou três qualificadoras. O feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher. Neste caso, o crime foi cometido devido uma discussão entre vizinhos causada pelo som alto. O assassino seria ex-cunhado da vítima. Este foi o segundo homicídio de 2021. 

Coincidências

A vítima do primeiro homicídio de 2021 foi Douglas Nogueira de Deus, 27 anos. Ele foi assassinado com tiros de pistola calibre 380, em 6 de janeiro. O corpo foi encontrado em uma plantação de soja em uma estrada vicinal às margens da BR-050, próximo ao Catetinho.  Dois homens são suspeitos de executarem o crime, mas o mandante seria o ex-cunhado da vítima. O assassino teria tentado matar a irmã do suposto mandante.

Quem diria...

O Hospital São José, localizado no Centro de Uberaba, está em situação de abandono. Quem imaginaria que o hospital que acolheu milhares de uberabenses, um dia estaria na situação em que se encontra. O mato já começa a fazer parte da fachada do hospital que poderia estar sendo utilizado para socorrer vítimas da Covid-19.

Revitalização

Aliás, não é só o Hospital São José que está em situação de abandono. Alguns quarteirões da rua Arthur Machado, São Benedito e Tristão de Castro dão medo. As ruas lembram muito as de cidades abandonadas. Não basta só revitalizar, tem que haver estímulo para os comerciantes investirem em atrações para estimular o comércio nestas ruas. Fica a dica prefeita.

Auxílio Emergencial

A Guarda Municipal tem se mostrado pau para toda obra. Na tarde de ontem (11), guardas municipais detiveram uma mulher de 40 anos por suspeita de fraudar o auxílio emergencial. Ela foi abordada ainda dentro de uma agência bancária com R$60 mil em espécie dentro de um saco. Ela não conseguiu explicar a origem do dinheiro. Os GMs chegaram até a mulher depois de receberem denúncia anônima. Por se tratar de um possível crime envolvendo um benefício do Governo Federal, a mulher foi levada para a Delegacia de Polícia Federal (PF). O celular dela também foi apreendido. Acredita-se que pelo aparelho a PF possa chegar a outros possíveis autores.  

Hediondo

A dona de casa Tatiele da Silva Amâncio, que foi assassinada na madrugada de domingo (10), nunca foi de deixar para lá. Em 2016, ela foi até a casa do ex-namorado e bateu nele depois de descobrir que o rapaz havia mudado o status no Facebook para solteiro. Já na madrugada de domingo (10), depois de ser advertida pelo assassino para manter o som baixo, ela não só ligou o som novamente como até aumentou ainda mais o volume. Acabou que ela foi assassinada com sete facadas e na frente das filhas de 9 e 7 anos.

Periculosidade

Edgard de Paiva Santos, 30 anos, acusado de matar a dona de casa Tatiele da Silva Amâncio, é considerado pela polícia um homem muito perigoso. Ele tem passagens por furto, roubo e responde a 6 inquéritos na Polícia Civil. Ele saiu da Penitenciária de Uberaba no dia 11 de dezembro de 2019. Mas tem um caso de 2012 que é de arrepiar. Edgard teria agredido a ex-namorada e depois a levou até o viaduto na rua Dr. José Maria Reis e a empurrou morro a baixo. A mulher contou que rolou até a linha férrea onde se fez de morta a noite toda.

Alô Posturas

O Calçadão da rua Arthur Machado vai de mal a pior. O município e comerciantes gastaram uma fortuna na revitalização e acabou que o local continua tomado por ambulantes. Hoje o Calçadão é palco de comércios de pequis, goiabaa, calcinhas, meias, óculos de sol falsificados...Tem até estrangeiro agiotando. Os idosos já foram expulsos e a locomoção é dificultada pelos ambulantes. E tem aglomeração também.

Hora marcada?

E por falar em aglomeração, ainda estamos na pandemia? Nem parece. Como a fiscalização não acontece, alguns bares não dão a mínima para o distanciamento. Os bancos também não se importam. O transporte coletivo também segue a mesma linha. Os tubos do BRT, em horário de pico, ficam tumultuados. Eu não sabia que a transmissão da Covid-19 tem hora marcada.

Público x particular

Uberaba é uma das poucas cidades no Brasil que não tem cemitério público. Aqui se morrer e já não tiver túmulo no São João Batista ou Medalha Milagrosa, tem de comprar ou alugar jazigo no cemitério particular. E já vou adiantar: é caro, muito caro. E pior: só vende ou aluga jazigo com pagamento à vista ou parcelado em um cartão de crédito com um limite muito bom. E para piorar, o ex-prefeito Paulo Piau, no apagar das luzes de seu mandato, autorizou um generoso aumento nos serviços do cemitério particular. Nada contra o cemitério particular, desde que o cidadão pagador de impostos tenha a opção de escolher um cemitério público ou particular. Da forma que está não tem opção nenhuma. Agora é com a prefeita Elisa Araújo. 

De novo

A Escola Municipal Professor Paulo Rodrigues, localizada na rua Mato Grosso, bairro Santa Maria, foi novamente arrombada. Desta vez furtaram o ventilador de teto e arrancaram a fiação. 

Furto Calçadão 

Um homem de 29 anos foi detido por populares no Calçadão da rua Arthur Machado após furtar um aparelho celular do bolso traseiro da calça de uma mulher, de 42 anos. A Guarda Municipal foi chamada e fez a prisão do autor. Populares mais exaltados falavam em agredir o homem, mas guardas municipais agiram rápido. 

Rede nacional

Na tarde de ontem um jovem de 29 anos procurou a Polícia Civil e disse que tem um apelido semelhante ao do assassino da dona de casa Tatiele da Silva Amâncio. Até aí nada demais. Ocorre, ainda segundo o jovem, que uma emissora de TV teria vinculado sua imagem ao crime e publicado o fato em rede nacional. Ele garante que agora teme por sua vida.    

WhatsApp

Um casal entrou em vias de fato após o marido flagrar uma conversa da mulher no WhatsApp. Eu não sei o que tinha nesta conversa, mas a mulher, de 33 anos, virou uma fera. Ela partiu para cima do marido e o agrediu com tapas, unhadas e mordidas. Conclusão: os dois foram presos pela PM, passaram por uma UPA e foram levados para a Delegacia de Plantão da PC.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia