JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 01 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Mitsubishi Outlander troca de geração com forte influência da Nissan e ganha novo visual

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/02/2021 - 12:29:18. Última atualização: 22/02/2021 - 12:29:35.

Foto/Mitsubishi

Um dos principais destaques dessa nova geração é mudança no número de ocupantes no SUV. Anteriormente, o modelo oferecia versões com 5 e 7 passageiros. Contudo, agora a carroceria com 3 fileiras é de série.

 

Por Emily Nery, para o Jornal do Carro/O Estado de São Paulo

Depois de muita especulação, a Mitsubishi finalmente apresentou a nova geração do Outlander. Dotado de um visual bastante chamativo, ele traz referências de Pajero, do Lancer Evolution X e até da Nissan. O fato é que o veículo veio para tentar reconquistar o mercado norte-americano. E quem sabe, de quebra, o brasileiro.

A atualização veio em um bom momento: desde 2012 que o Outlander não trocava de geração. Nesse ínterim, surgiu a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi para compartilhamento de plataformas, motores e tecnologia. O novo SUV compartilha a base modular, equipamentos e até motor com o Rogue.

OUTLANDER OFERECE 7 LUGARES DE SÉRIE

Um dos principais destaques dessa nova geração é mudança no número de ocupantes no SUV. Anteriormente, o modelo oferecia versões com 5 e 7 passageiros. Contudo, agora a carroceria com 3 fileiras é de série.

Além disso, a Mitsubishi resolveu apostar na sofisticação da cabine. O cliente pode escolher entre dois acabamentos, dos quais um utiliza tons de ocre com preto, enquanto o segundo é totalmente branco.

O painel, chamam atenção os dois grandes visores. Agora acoplada na parte de cima do painel, a central multimídia com tela de 12,3″ oferece aparelhamento sem fio com Apple CarPlay e por cabo com Android Auto. Já o painel de instrumentos de 9″ é totalmente digital.

MOTORIZAÇÃO PODE DECEPCIONAR

Sob o capô, o motor pode desapontar por não ir de acordo com seu DNA radical. Ele se trata do PR25DD, o mesmo que equipa o Nissan X-Trail, que é um quatro cilindros de 2,5 litros que gera até 184 cv e 24,9 mkgf. Desse modo, o câmbio é CVT que simula oito machas.

Sem surpresas, o Outlander oferecer as opções de tração dianteira ou integral, o chamado Super All-Wheel Control 4WD.

VINDA INCERTA AO BRASIL

É certo que a nova geração tem foco total no mercado norte-americano. A Mitsubishi vendeu 27% menos carros em 2020 em comparação com 2019. Com modelos e plataformas desatualizadas, a fabricante japonesa perdeu o fôlego nas vendas.

Contudo, essa situação não foi específica dos EUA. Por aqui, o Outlander já viveu dias melhores. Em 2015, o utilitário esportivo chegou a emplacar mais de 8.200 unidades e ficou entre os 10 SUVs mais vendidos no ano. No entanto, a Mitsubishi não chegou a vender nem um terço desse número em 2020. O acumulado registrou apenas 1.998 unidades emplacadas.

As tímidas vendas podem ser um fator negativo para vinda do SUV, de modo que a aliança priorize veículos que podem fazer mais sucesso por aqui. Mas, se o produto vier ao Brasil, ele deve chegar só em 2022.

O modelo começará a ser vendido em abril nos EUA e, só então, saberemos seu preço global se podemos esperar um outro conjunto mecânico mais emocionante em um segundo momento.

 

 

 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia