JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Nova picape Hilux chega em novembro e a Argentina já tem pré-reserva da camionete

15/09/2020 - 20:37:20. - Por Agência Estado Última atualização: 15/09/2020 - 20:39:55.


Foto/Divulgação


A Toyota afirma que fará amplas melhorias na suspensão e estabilidade da picape, para deixá-la mais confortável de dirigir. A principal mudança está no motor mais potente em versões de topo

Apresentada na Tailândia no início de junho, a nova Hilux já está em fase de pré-venda para os argentinos. De acordo com a publicação Autoblog, as primeiras unidades já foram produzidas na fábrica de Zárate. O lançamento da reestilização da oitava geração da picape média está marcada para novembro na Argentina e no Brasil. Espera-se também a atualização do SUV SW4.

Para enfrentar picapes como Ford Ranger, Chevrolet S10 e Volkswagen Amarok V6, a principal mudança está no motor mais potente em versões de topo. O turbodiesel 2.8 foi recalibrado para desenvolver até 204 cv e o torque subiu para 50,9 kgfm. O câmbio, dependendo da versão, é o manual ou automático de seis marchas.

No visual, as alterações não são radicais, porém a grade recebeu novos elementos, enquanto o para-choque e os faróis de neblina apresentam desenhos inéditos. Já os faróis de LEDs receberam um design mais sofisticado. Na traseira, a novidade está nas novas lanternas de LEDs em assinatura estilizada no formato do número “3”.

A Toyota afirma que fará amplas melhorias na suspensão e estabilidade da picape, para deixá-la mais confortável de dirigir. No quesito segurança, a Hilux será equipada com o Toyota Safety Sense, pacote que inclui controle de cruzeiro adaptativo, monitor de faixa de rolamento, alerta de colisão iminente e frenagem autônoma de emergência.

Concorrente da Mitsubishi Pajero Sport e da Chevrolet Trailblazer, a nova SW4 acompanha a reestilização e nova motorização da picape, da qual é derivada. A estreia será junto da Hilux, em novembro desse ano. Assim como para a Hilux, no Brasil vai manter as opções com motor flexível.

Leia mais


DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia