JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Presidente da Fenabrave disse á Automotive Business que já estamos no "Novo Normal"

06/08/2020 - 09:42:32. Última atualização: 06/08/2020 - 09:43:49.


Da Redação e Automotive Business

Foto: Youtube

 

Na avaliação do presidente da Fenabrave, com a reabertura da maior parte das concessionárias do País em julho, mesmo com horário de atendimento reduzido em algumas cidades, o segmento de automóveis e comerciais leves reagiu positivamente à volta das negociações presenciais. 

Em entrevista á revista Automotive Business, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, avalia que os resultados das vendas de carros 0 km de julho, já aponta para o que se chama de “novo normal” do mercado nacional.

A Fenabrave, que reúne os distribuidores franqueados das montadoras, confirmou o emplacamento de 163 mil automóveis e comerciais leves em julho, o que significou alta de quase 33% sobre junho e retração de 30% na comparação com o mesmo mês de 2019, conforme adiantado por Automotive Business. Na soma dos primeiros sete meses do ano, os 926,3 mil emplacamentos registrados de veículos leves revelam queda de 37,4% ante igual intervalo do ano passado, em linha com a projeção da Fenabrave, que estima contração de 37% no mercado de carros e utilitários em 2020.

Segundo o texto produzido por Pedro Kutney para Automotive business, o volume mensal do mês passado ficou na 15ª colocação entre todos os meses de julho, e o acumulado de janeiro a julho é 18º pior já registrado pela entidade em suas séries históricas iniciadas em 1957.

Na avaliação do presidente da Fenabrave, com a reabertura da maior parte das concessionárias do País em julho, mesmo com horário de atendimento reduzido em algumas cidades, o segmento de automóveis e comerciais leves reagiu positivamente à volta das negociações presenciais.

O presidente destaca ainda que entre os fatores que contribuíram para essa melhora se destaca a concessão de crédito, que atualmente é de quase sete aprovações para cada 10 fichas cadastrais enviadas aos bancos. “O próprio isolamento social provocado pela pandemia tem feito os consumidores voltarem a procurar por carros próprios, evitando assim aglomerações nos transportes coletivos”, finalizou Assumpção Jr.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia