JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SOBRE RODAS

Corrida do milhão:Ricardo Maurício foi, pela segunda vez, o dono da bolada

Nosso próximo encontro com a StockCar é dia 15 de setembro, no Velopark, rumo às etapas finais do campeonato

31/08/2019 - 00:00:00. - Por Raquel Ribeiro Última atualização: 31/08/2019 - 09:51:53.

Foto/reprodução

Pensa num trem bão! Assim foi essa corrida do Milhão! Teve diversão, emoção e punição para bicão nenhum botar defeito.Ricardo Maurício foi, pela segunda vez, o dono do Milhão! Ele, que já havia levado o polpudo prêmio para casa em 2010, viu desta vez o título cair no seu colo, depois de um pequeno deslize cometido pelo convidado ilustre desta edição, seu colega de equipe, Lucas Di Grassi.

Interlagos ferveu após Lucas Di Grassi ter recebido e ignorado um drive through por ultrapassar Maurício na briga pela liderança, excedendo os limites da pista na entrada da reta dos boxes. A direção de prova, então, excluiu o piloto do resultado final da prova.

É bem verdade que tinha muita gente insatisfeita com a presença e desempenho de Lucas, já que o garoto é piloto da Fórmula E e estava ali de convidado. Um convidado que estava na equipe certa e com a máquina mais acertada ainda e conseguiu dominar a pista durante todo o fim de semana. O único probleminha foi a fome. A sede de vitória levou Di Grassi a cometer um deslize, que não passou batido pela direção de prova, tirou dele a vitória e, de quebra, agradou geral! Não que os colegas queriam o pior, mas que não sejam hipócritas, pois, no fundo no fundo, eles gostaram. Afinal, não deve ser nada legal ver alguém chegar por último, sentar na janelinha e papar um dos prêmios mais cobiçados do campeonato, não é mesmo?

O pódio, então, ficou da seguinte maneira: Ricardo Maurício, em primeiríssimo lugar; em segundo, Casagrande, que deu show e segurou a onda na disputa com Camilo, e surpreendente, brilhante e estrategicamente, o terceiro lugar ficou com Daniel Serra, que no último suspiro, na reta de chegada, com o auxílio do fan push, ultrapassou Bruno Baptista e Thiago Camilo, que ficou atrás dele por menos de um décimo, garantindo a quarta posição e alguns pontos no campeonato. Em meio aos pilotos que já foram milionários em edições anteriores estavam Rubens Barrichello, que abandonou a prova logo no início por problemas no carro; Ricardo Zonta, que terminou a prova em décimo lugar, e Valdeno Brito, que ficou em décimo terceiro.

E o resultado final da corrida do milhão foi superpositivo para a equipe Eurofarma, que manteve seus dois pilotos na liderança do campeonato: Daniel Serra, com 212 pontos, e Ricardo Maurício, logo atrás, com uma diferença mínima de 7 pontos, somando 205 pontos. Em terceiro lugar ficou Camilo, com 185; em quarto, Júlio Campos, com 179, e fechando os top five, Rubens Barrichello, com 168 pontos.

Nosso próximo encontro com a StockCar é dia 15 de setembro, no Velopark, rumo às etapas finais do campeonato.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia