JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SOBRE RODAS

Dnit não cumpre prazo para apresentar estudo no caso dos radares nas rodovias

O departamento informou que segue trabalhando em um acordo para instalação de radares em áreas urbanas e rodovias

08/06/2019 - 07:42:29. Última atualização: 08/06/2019 - 07:59:38.

Reprodução/JN


Período determinado pela Justiça para instalação de novos radares terminou no dia 31 de maio

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) não cumpriu o prazo para apresentar estudo sobre locais prioritários à instalação de radares nas rodovias. O período determinado pela Justiça terminou no dia 31 de maio.

Em março, o presidente Jair Bolsonaro ordenou a suspensão da instalação de radares nas rodovias federais não-concedidas à iniciativa privada. Contudo, em abril, a Justiça Federal em Brasília determinou que a União não retire os aparelhos e renove os contratos com as fornecedoras dos equipamentos.

A decisão ainda exigia que o Dnit apresentasse estudo que mostre quais locais necessitam de monitoramento com mais urgência. O Dnit, contudo, já havia solicitado adiamento para entregar o documento. Havia a previsão de mais de 8 mil faixas de monitoramentos para os próximos 5 anos e mil deveriam estar em funcionamento até junho.

O departamento informou que segue trabalhando em um acordo para instalação de radares em áreas urbanas e rodovias. Vale lembrar que a decisão da Justiça definiu multa diária de R$50 mil em caso de descumprimento da decisão por parte do governo federal.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia