JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GULLIT PACIELLE

Continua depois da publicidade



O Colorado está melhorando

Departamentos precisam ser profissionalizados num clube de futebol. Em teoria isso...

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

Última atualização: 20/04/2012 - 11:02:09.

Balada dos atletas do USC

Após a derrota para o Cruzeiro e concretizado o rebaixamento do Uberaba, a delegação do USC lanchou em Nova Serrana e jantou em uma churrascaria na av. Fernando Costa. Na segunda-feira, 16, o dia era de despedida. Alguns desses profissionais podem até se encontrar pelo caminho, porém, para não ter dúvida, integrantes da comissão técnica e jogadores foram para um bar, no meio tarde e no início da noite.

Torcida ficou sabendo

No entanto, eles não sabiam que este fato iria gerar tanta repercussão. Nas redes sociais e nos pronunciamentos por telefone, através da Rádio JM, torcedores ficaram indignados.  Muitos até diziam que esses profissionais estavam comemorando. Claro que isso não ocorreu, porque eles próprios se desvalorizaram profissionalmente.

Onde tudo começou

Não cito nomes porque não tenho fotos e isso pode gerar até processo. Mas colhi informações de pessoas que estavam no bar e de atletas que foram convidados e optaram por não comparecer ao evento. A despedida começou com integrantes da comissão técnica e através dos telefones e rádios, imediatamente lotou de atletas.

Só no pagodinho

Tira-gosto pra lá, tira-gosto pra cá, cerveja e refrigerantes estavam aos montes na mesa colorada. Sorrisos e abraços no momento de despedida. Acredito que alguns nem devem jogar mais futebol, outros vão ter chance na Terceirona do Mineiro, um ou dois têm mercado ainda no primeiro semestre.

Diretoria ficou brava

Desde que não infrinja as leis determinadas pelos nossos governantes, cada um faz o que bem entender. É fato que a diretoria do Uberaba Sport não gostou desta confraternização entre amigos. Arrisco a dizer que os profissionais que lá estavam não voltam a trabalhar no Colorado. Presidente Luiz Humberto soltou os cachorros no acerto salarial com os seus empregados.


Vergonha

Faltou bom senso a essas pessoas que estavam no bar. O torcedor está machucado, chateado e, no dia seguinte, encontra os atletas bebendo todas. Nada contra despedida, mas havia formas melhores de se confraternizarem. Alugassem uma casa e fizessem um churrasco na casa dos atletas. Deveria ter sido em local particular e não público. Ninguém, além deles próprios, precisaria tomar conhecimento da “festinha”.

Falta equilíbrio

Nesta temporada o clube não deve a nenhum jogador, nem à comissão técnica, mas o time está rebaixado para o Módulo II. Em outras temporadas os pagamentos dos salários atrasavam; alguns jogadores que até já estavam em outros clubes ainda tinham pendências com o USC, mas os resultados dentro de campo apareceram com dois títulos da Taça Minas, com duas participações na Copa do Brasil e por duas vezes bateu na trave na Série D.

Amadorismo

Departamentos Médico, de Futebol, de Marketing, Financeiro e outros mais precisam ser profissionalizados num clube de futebol. Em teoria isso é muito bonito, mas nós todos sabemos que 90% dos times brasileiros não desfrutam de uma boa condição financeira e o USC é um deles. O Colorado está melhorando, porém, o amadorismo vai continuar reinando.

Sonho meu

Um dia gostaria que o Uberaba Sport Club ou o Nacional montasse um time com atletas da cidade ou da região. Tenho esse desejo porque é preciso provar aos sonhadores de plantão que amador é amador, profissional é profissional. No Amadorão da cidade, de Uberlândia, e do Alto Paranaíba, uns três ou quatro jogadores têm condições de figurar em times profissionais.

Treinamento

Pergunte ao Tupi de Juiz de Fora, ao Mogi Mirim, ao Bragantino e à Ponte Preta quantos jogadores do Amador eles contrataram e vingaram no Mineiro e no Paulista. Tenho certeza que nenhum. Uma vez ou outra isso pode dar certo, mas em time sem estrutura a chance de êxito é abaixo de zero. Sou a favor de trabalhar com jovens atletas para lapidá-los.


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia