JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 02 de julho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Continua depois da publicidade



Paladar infantil na vida adulta: quais os riscos?

Especialista alerta para as consequências de uma alimentação que não caminha junto com as fases da vida

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/05/2022 - 17:11:51. Última atualização: 16/05/2022 - 17:12:14.

Alimentar-se bem em todas as fases é, segundo especialistas, garantia de uma vida saudável e longeva. Mas e quando a maturidade alimentar não caminha junto à idade? Bem mais comum do que parece, é fácil encontrar indivíduos que, mesmo na vida adulta, sempre optam por uma alimentação ‘pobre’ em vitaminas e nutrientes, que estão presentes, por exemplo, em frutas e verduras. Conhecido como Síndrome do Paladar Infantil, o problema, quando não tratado adequadamente, pode oferecer riscos à saúde, como esclarece a nutricionista do Sistema Hapvida/RN Saúde, Sonália Andrade.

“O Paladar infantil pode desencadear uma série de doenças crônicas não transmissíveis. É preciso entender que a disponibilidade de alimentos durante a infância, relaciona esse paladar ao adulto saudável ou não. A criança, durante a introdução alimentar, deve ter acesso a uma variedade de alimentos ricos em vitaminas e minerais, como, além dos já citados, também, legumes, raízes e cereais, para que na fase adulta, não rejeite outros diversos alimentos”, pontua a especialista. 
 
Sonália reforça que é preciso que os pais estejam atentos ao que é oferecido às crianças, uma vez que os chamados produtos industrializados, podem impactar diretamente na preferência e percepção de sabores na vida adulta. “Uma alimentação rica em gordura, açúcar e excesso de industrializados, fará da criança um futuro adulto que se alimenta desta forma também. Muito do paladar infantil no adulto, está, portanto, relacionado, à sua fase de formação. Por isso, é sempre necessário variar os alimentos”, complementa. 
 
Para além dos problemas apontados pela especialista, outro fator desencadeado como consequência do paladar infantil é o Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo – TARE, relacionado a textura, cor e sabor dos alimentos. “O transtorno nada mais é do que o adulto que apresenta uma dificuldade para se alimentar, quando se leva em consideração estes três pontos que estão relacionados à doença. Neste caso é necessário avaliar se é somente um paladar infantil, e este adulto precisa se conscientizar que precisa melhorar a sua alimentação, porque sabe que pode desencadear doenças como diabetes, hipertensão, aumento dos níveis de colesterol no sangue, úlcera e gastrite, entre outros; ou se realmente ele tem o transtorno alimentar, e não consegue fazer a introdução de alimentos mais saudáveis à sua dieta”, esclarece.
 
Neste caso, a nutricionista orienta a busca de um auxílio profissional a fim de obter uma avaliação mais detalhada do problema. “Uma equipe multidisciplinar, com psicólogo, nutricionista e endocrinologista, irá auxiliar nesta introdução de alimentos mais saudáveis no cotidiano”, finaliza.  
 
Sobre o Sistema Hapvida
 
O Hapvida é o maior sistema de saúde e planos odontológicos do Brasil em número de beneficiários, com mais de 15 milhões de clientes, de pessoas físicas a grandes empresas, em todo o país. Em 2022, após a combinação de negócios do Sistema Hapvida com o Grupo NotreDame Intermédica, foi criada uma das maiores operadoras verticalizadas do mundo. Fundada em 1979, a companhia possui mais de 66 mil colaboradores e cerca de 27 mil médicos e 33 mil dentistas. Com a missão de garantir o acesso à saúde de qualidade a um custo eficiente, a empresa conta com uma rede assistencial própria composta por 84 hospitais, 75 prontos atendimentos, 294 clínicas médicas e 262 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial. Em 2020, a companhia registrou receita líquida de R$ 8,6 bilhões. Mais informações, acesse: hapvida.com.br/ ri.hapvida.com.br.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar