JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 28 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Serviços de atenção farmacêutica dividem opinião

Com a resolução RDC 44/09, que entrou em vigor em fevereiro deste ano, as farmácias podem cobrar pelos serviços

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

Última atualização: 19/07/2010 - 11:04:13.

A resolução RDC 44/09, da Anvisa, que entrou em vigor em fevereiro deste ano, permite que as drogarias ofereçam serviços de atenção farmacêutica, como colocação de brincos, administração de medicamentos (injeções), teste de glicemia e medições de pressão arterial e temperatura corporal. Com a nova resolução, os farmacistas poderão cobrar por esses serviços, desde que as farmácias estejam de acordo também com outras regras da Vigilância Sanitária, como a adequação das instalações da sala de atendimento e dos equipamentos.

Em Uberaba, grande parte das farmácias não oferece os serviços de atenção farmacêutica e esperam o melhor momento para iniciar esses atendimentos. Outra questão que divide opinião é a cobrança.
 
Luís Sérgio, gerente de uma drogaria no centro da cidade, diz que pretende adequar o espaço e treinar funcionários para prestar os novos serviços, mas ainda não sabe quando as mudanças devem acontecer. "Nós vamos mudar. E já que os clientes não se importam em pagar, nós podemos cobrar sim, mas não um valor abusivo."
 
Em outra drogaria, no bairro Santa Marta, o gerente tem uma opinião divergente. "É um serviço diferencial, que serve para cativar o cliente se tiver um atendimento especial. Então, eu penso que não deve ser cobrado." De acordo com ele, as adequações na farmácia devem começar à medida que as drogarias concorrentes iniciem o serviço.
 
Por enquanto, a aplicação de injeções é o único serviço oferecido nas farmácias da cidade.
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia