JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

OMS recomenda amamentação com leite materno até os dois anos

O trabalho de incentivo ao aleitamento é essencial e pode ser realizado por qualquer pessoa, por isso é necessário o apoio da família

11/08/2019 - 00:00:00. - Por Michelle Rosa Última atualização: 11/08/2019 - 17:50:39.

Foto/Divulgação


Muitas mulheres enfrentam dificuldades até que o leite desça, por isso é importante continuar a estimular a criança para que ela faça a sucção

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as crianças sejam alimentadas exclusivamente com leite materno nos primeiros seis meses de vida e que, a partir de então, a amamentação seja mantida por dois anos ou mais, juntamente com o uso de alimentos complementares adequados.

Apesar de ser um ato extintivo algumas mães passam por algumas dificuldades nesse momento da vida. A fonoaudióloga Polyanna Silva, explica que amamentar é falar de amor, de acolhimento de apoio. “O trabalho de incentivo ao aleitamento é essencial e pode ser realizado por qualquer pessoa, por isso é necessário o apoio da família. Quando uma criança nasce, ela traz muitas alegrias, mas também muitas dúvidas e inseguranças, e mãe precisa de um respaldo”, explica a especialista.

Segundo a fonoaudióloga, o aleitamento materno fortalece os músculos dos lábios, boca e língua, preparando esses órgãos para o aprendizado da fala. “A amamentação trabalha toda musculatura aurofacial da criança, por isso é importante que a mãe estimule a criança desde as primeiras horas de nascimento”, aponta.

Polyanna fala também das dificuldades de que muitas mulheres enfrentam até que o leite desça. “Em alguns casos o leite começa a descer entre o terceiro e o sétimo dia, é importante que a mãe não se desespere e continue e estimular a criança para que ela faça a sucção. É nesse contato que uma mensagem é enviada ao cérebro e a partir disso, deste contato visual, do cheiro, do envolvimento dos dois, entre mãe e filho que a amamentação acontece”, explica.

Finalizando a especialista destaca que amamentação deve ser prazerosa para mãe e também para o bebe e que em caso de desconforto é preciso procurar ajuda de um profissional.

“Esse é um momento muito importante em que se há dor, é preciso fazer os ajustes para que não a criança desenvolva bem a sucção, deglutição, respiração a mastigação para que ela não tenha problemas no de fala no futuro”, conclui.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia