JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 20 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Minas Gerais registrou mais de 399.5 mil casos prováveis de dengue

Foram confirmados 74 óbitos em decorrência da doença

12/06/2019 - 00:00:00.

Subiu para 74 os mortos por dengue em Minas Gerais neste ano. O balanço com o número atualizado da doença revela que houve a confirmação de 11 óbitos nas últimas duas semanas. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES), que informou em nota que "os óbitos em questão foram notificados ao longo de 2019 e não são, necessariamente, óbitos recentes".

Conforme o balanço divulgado, Uberlândia, lidera o ranking de mortos com 14 vítimas. Belo Horizonte e Betim aparecem em seguida, com 12 mortes cada. Além desses três municípios, outros 24 também registraram óbitos pela doença como: Contagem (2), Curvelo (1), Frutal (2), Ibirité (1), Ituiutaba (1), João Monlevade (1), João Pinheiro (4), Juiz de Fora (4), Lagoa da Prata (1), Martinho Campos (1), Monte Carmelo (1), Paracatu (1), Passos (2), Patos de Minas (1), Pitangui (1), Pompéu (1), Rio Paranaíba (1), Sacramento (1), São Gonçalo do Pará (1), São Gotardo (1), Uberaba (2), e Unaí (2), Vazante (2). São 127 óbitos em investigação para dengue.

A Secretaria de Saúde também foi notificada outras 147 mortes em decorrência de dengue, mas aguarda exames laboratoriais para confirmar ou descartar a doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti como a causa do óbito.

Alerta. De acordo com a SES-MG, o estado está em situação de alerta para aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes. Em relação à Febre Chikungunya, Minas Gerais registrou 2.322 casos prováveis em 2019, sem óbitos confirmados.

Já em relação à Zika, foram registrados 1.145 casos prováveis da doença em 2019, até a data de atualização do boletim. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia