JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Empresário é filmado oferecendo vantagens por apoio a candidato

Em troca da retirada de candidatura a vereadora e manifestação de apoio ao candidato à reeleição, foram oferecidos cargo na PMU e um terreno no valor de R$50 mil

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

- Por Thassiana Macedo Última atualização: 27/09/2016 - 07:25:00.

Jairo Chagas


No fim de semana, a candidata Ana Maria Tomé Nader mostrou o vídeo a integrantes da coligação “Compromisso por Uberaba”

 

A coligação “Compromisso por Uberaba” denunciou à Justiça Eleitoral o candidato a prefeito Paulo Piau, da coligação “Somos todos Uberaba”, o empresário Hermany Andrade Júnior, o J.Júnior, e Lawrence de Melo Borges por crime eleitoral e improbidade administrativa. J.Júnior aparece em vídeo oferecendo terreno e cargo na Prefeitura a dois candidatos a vereador, em nome do atual prefeito. O juiz da 276ª Zona Eleitoral, Habib Felippe Jabour, determinou o envio do processo ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais para o julgamento do caso.

De acordo com a denúncia, J.Júnior teria procurado os candidatos a vereador pelo PEN Ana Maria Tomé Nader e Cláudio Isaías de Paula, propondo que os dois renunciassem às suas candidaturas em troca de um terreno no loteamento Ilha Bela 2 e um cargo na Prefeitura de Uberaba. No vídeo, J.Júnior diz que o objetivo de sua visita a Ana Nader é “tentar fazer o Piau ganhar no primeiro turno. E de que forma a gente pode ajudar o processo para o Piau ter chance de ganhar no primeiro turno? Enfraquecendo o outro lado, entendeu?”.

Em seguida, ele diz: “então, a proposta é a seguinte, é uma situação lá de dentro do governo do ano que vem, pra você botar alguém, seu filho ou alguém que você queira num cargo legal e um terreno no valor de R$50 mil”. Em outro trecho, J.Júnior argumenta com Ana Nader: “A concorrência que você tem é desleal. Então é assim, a proposta é no sentido de inviabilizar o processo, porque para o Piau faltam 3% pra ganhar no primeiro turno e a Angela deve ser indeferida agora”. Questionado sobre como funcionaria o processo, o empresário afirma que “é uma carta de desistência e eu faço um contrato de terreno pra você. Eu te passo a escritura”.

A denúncia, formalizada pela coligação “Compromisso por Uberaba”, foi distribuída à 276ª Zona Eleitoral e, considerando que Paulo Piau possui foro por prerrogativa de função, nos termos do artigo 4º da Resolução TSE 23.396/2013, o juiz Habib Jabour decidiu enviar o processo ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, que tem competência para julgar nestes casos.

Leia mais:
J.Júnior diz que não falou em nome do prefeito e coligação emite nota de repúdio

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia