JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 30 de junho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Zema não garante aumento de repasse para o Hospital Regional

Governador alega que Estado ajuda a financiar a Saúde no município como um todo ao citar outras instituições que receberam recursos

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

18/05/2022 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 18/05/2022 - 08:56:08.

 

No ano passado, o Estado fez repasse de R$889,7 mil para a instituição, perfazendo pouco mais de R$74 mil/mês (Foto/Arquivo)

Aumento no repasse do Estado para o Hospital Regional não foi assegurado pelo governador Romeu Zema (Novo), que concedeu entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã nesta semana. O governo estadual começou, no ano passado, a participar financeiramente do custeio do HR, mas o valor ainda é aquém das despesas mensais para a manutenção da estrutura.

Segundo a estimativa inicial, R$3 milhões/mês eram necessários para o custeio do Hospital Regional. O governo federal libera R$1,6 milhão mensalmente para o HR, e a Prefeitura de Uberaba, R$500 mil/mês. No ano passado, o Estado fez um repasse de R$889,7 mil para a manutenção da estrutura, o que representaria pouco mais de R$74 mil por mês.

Questionado sobre a possibilidade de aumentar o montante destinado para o custeio do HR a partir de agora, o governo não deu garantias e argumentou que o Estado tem repassado verba para atender a Saúde como um todo na cidade. “O Hospital Regional começou a receber no ano passado. Temos que levar em conta todos os entraves burocráticos e legais. Estamos fazendo tudo aquilo que está ao nosso alcance, inclusive pagando a dívida da Saúde do governo passado”, alegou.

De acordo com o governador, o montante total liberado para a Saúde de Uberaba em 2021 foi de R$78,3 milhões, enquanto no último ano do antecessor Fernando Pimentel (PT) a cidade teve um repasse de apenas R$7,6 milhões para o custeio do setor. “Uberaba recebeu nove vezes mais recursos que em 2018”, disse.

Zema ainda manifestou que, em 2021, o Estado liberou R$11 milhões para o Hospital de Clínicas da UFTM e R$3,6 milhões para suporte ao custeio do Mário Palmério Hospital Universitário. Apesar de afirmar a intenção de atender ao pedido de mais verba para o HR, o governador declarou que o montante pago também depende do volume de atendimentos em cada estabelecimento. “A Secretaria de Saúde tem as métricas dela e paga de acordo com a eficiência dos hospitais. Um médico que atende mil pacientes por mês você acha que tem que receber o mesmo que outro que atende 100? Tudo aqui é feito por métrica e está no portal da transparência. As pessoas podem entrar e acompanhar”, finalizou.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar