JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Recém-nomeado, conselho analisará pedido de reajuste do transporte

Prefeitura nomeou Conselho Municipal de Transporte Público de Uberaba, que na sua primeira reunião vai analisar pedido de reajuste da tarifa de R$ 4,50 para R$ 7,86, apresentado pelas empresas

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/01/2022 - 00:22:41. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 16/01/2022 - 00:23:42.

Foto/Jairo Chagas

 

Possível reajuste do transporte coletivo urbano de Uberaba será analisado em reunião do conselho, nomeado no último Porta-Voz

Em meio à discussão sobre reajuste da tarifa de ônibus, Prefeitura reativou Conselho Municipal de Transporte Público de Uberaba. Os membros foram nomeados na última edição do Porta-Voz e a primeira reunião já está prevista para acontecer até o fim da semana.

Integrante do conselho recém-nomeado, o secretário adjunto de Defesa Social, Claudinei Donizetti Nunes, informou que a análise do pedido de reajuste da passagem apresentado pelas empresas de ônibus está na pauta da primeira reunião. Um posicionamento do Executivo também deve ser apresentado para discussão com o conselho, antes da batida final de martelo do governo sobre a tarifa em 2022.

As concessionárias de ônibus solicitaram aumento da passagem de R$4,50 para R$7,86 em 2022, o que corresponde a quase 75% de acréscimo. A queda de passageiros em função da pandemia e o aumento do preço do combustível foram os pontos que mais pesaram na planilha de custos, segundo as empresas de transporte coletivo.

Por outro lado, a prefeita Elisa Araújo (Solidariedade) já havia manifestado, no ano passado, a intenção de não reajustar a tarifa em 2022. Para tanto, o orçamento municipal, inclusive, prevê a prorrogação de subsídio financeiro às concessionárias ao longo deste ano.

O benefício foi aprovado em julho de 2021 e previa o repasse de R$3 milhões até dezembro, para equilibrar o contrato com as concessionárias. Se a prorrogação for aprovada, a Prefeitura vai desembolsar R$500 mil por mês ao longo deste ano para subsidiar o congelamento da passagem. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia