JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Caminhoneiros ameaçam greve no dia 1° de novembro e tanqueiros de Minas confirmam adesão

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

17/10/2021 - 14:09:20. Última atualização: 17/10/2021 - 14:10:15.

Caminhoneiros prometem realizar nova paralisação a partir de1° de novembro. O grupo inclui transportadores de combustível de Minas Gerais e o movimento exige que o governo baixe o preço do combustível, além do cumprimento do frete mínimo. Outra reivindicação é o retorno da aposentadoria especial após 25 anos de contribuição ao INSS. 

O estado de greve de 15 dias foi definido neste sábado (16), após uma assembleia de motoristas conduzida por sindicatos do Rio de Janeiro, com participação de lideranças da greve de 2018. Representantes de caminhoneiros afirmam que uma eventual paralisação ocorrerá "principalmente" em Santos.

A Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, presidida pelo deputado federal Nereu Crispim (PSL-RS), se propôs intermediar as negociações com o Planalto. 

 

— Dep. Federal Nereu Crispim (@nereucrispim) October 17, 2021

 

O presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG), Irani Gomes, confirmou ao Estado de Minas que a entidade pretende aderir à greve. 

O presidente do sindicato em Minas afirma que é uma luta só, e que o movimento é horizontal, não tendo uma liderança nacional. Gomes ainda afirma que a categoria precisa da redução de ao menos 40% no preço do diesel. 

*Com informações do jornal Estado de Minas

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia