JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Uberaba segue com dois casos de reinfecção de Covid em apuração

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

25/07/2021 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Mais um caso de possível reinfecção pelo coronavírus passou a ser investigado em Araxá pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Já em Uberaba, não houve alteração e dois casos seguem em apuração. Os números são do último boletim epidemiológico, divulgado esta semana pelo Governo de Minas.

De acordo com o boletim, Araxá é o município com mais investigações de reinfecção, sendo contabilizados dez casos para análise. Uberlândia continua com quatro ocorrências em apuração. Já Capinópolis, Fronteira, Frutal e Sacramento seguem com apenas uma investigação, cada.

Conforme o levantamento, as regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste têm 22 casos em apuração. Até o momento, nenhum novo exame inconclusivo foi anunciado. Também não há confirmação de reinfecção nas localidades.

Pelas informações da Secretaria de Estado de Saúde, foram 406 casos notificados de reinfecção desde o início da pandemia em Minas Gerais até o momento. Destes, quatro foram descartados, um confirmado em Sabará e 218 foram encerrados como inconclusivos “devido à falta de dados que permitissem a investigação”. Outros 180 constam como “em investigação” e três foram encaminhados para sequenciamento genômico.

As investigações de reinfecção são realizadas por meio do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (Cievs Minas) em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (Funed) e regionais de Saúde.

Pelo protocolo, a SES-MG considera casos suspeitos de reinfecção aqueles em que a pessoa apresentou novo quadro clínico em período acima de 90 dias do primeiro episódio confirmado laboratorialmente.

A reinfecção ocorre quando a pessoa se recupera da Covid-19 e tempos depois adoece novamente. Para confirmar a reinfecção é preciso provar que o código genético do primeiro vírus é diferente do segundo.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia