JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 19 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Continua depois da publicidade



Pré-candidato à presidência, deputado André Janones é denunciado por "rachadinha"

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

12/01/2022 - 11:44:51. Última atualização: 12/01/2022 - 11:48:28.

Foto/Arquivo

Natural de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, o deputado e pré-candidato à presidência André Janones, do Avante de Minas Gerais, foi denunciado à Procuradoria Geral da República (PGR) por um ex-assessor por suposta prática de “rachadinha”, encaixada como crime de peculato. O ex-assessor parlamentar Fabrício Ferreira fez a acusação ao órgão no último dia 29.

Segundo o documento entregue à PGR, a operadora do esquema era a ex-assessora de Janones e atual prefeita de Ituiutaba (MG), Leandra Guedes. Supostamente, ela recolhia parte do salário do ex-assessor Alisson Camargos, atual secretário de Meio Ambiente da cidade. Em áudios gravados, Fabrício e Alisson falam abertamente sobre as devoluções de parte do salário.

Fabrício Ferreira envidou dois áudios ao órgão, no qual conversaria com Alisson Camargos em julho de 2020: "Você tem que passar esse mês ainda para ele (Janones)?", pergunta Fabrício, ao que Alisson responde: "Tem que passar ainda. Faz as contas aí". Naquele mês, Alisson recebeu um salário bruto de R$ 10,5 mil da Câmara dos Deputados.

Ao Jornal Metrópoles, ele, Leandra Guedes e Alisson Camargos afirmaram desconhecer o caso.

Nas últimas eleições federais, em 2018, Janones conseguiu mais de 11 mil votos em Uberaba, mesmo sendo natural de Ituiutaba, o que concretizou a ida à Câmara. Hoje, o parlamentar é pré-candidato à presidência da República, e aparece nas pesquisas empatado com o governador de São Paulo, João Dória.

O que é o crime da rachadinha?

O crime consiste no repasse, por parte de servidores públicos ou um funcionário terceirizado de governos federal, estadual ou municipal, de parte do salário ou da remuneração para políticos e assessores parlamentares.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia