JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 15 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Disponibilidade de testes para medir positividade é questionada

Município anunciou que passa a adotar a taxa para a definição das medidas de enfrentamento da pandemia, mas a maior parte dos testes está em fase de compra

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

15/05/2021 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Foto/Reprodução

Secretário de Saúde, Sétimo Bóscolo, disse que o município tem cerca de 4 mil testes em estoque e que são suficientes para manter a testagem até a chegada dos novos  

Com uso da taxa de positividade para Covid-19 como critério para definir sobre o endurecimento ou a flexibilização de restrições em Uberaba, disponibilidade de testes no estoque da Secretaria Municipal de Saúde está sendo questionada pelo Legislativo. Prefeitura assegura ter quantidade suficiente para continuar a testagem na próxima semana.

Um requerimento protocolado pelo vereador Tulio Micheli (PSL) solicitou esclarecimentos ao Executivo sobre os processos licitatórios em andamento para a compra de testes para Covid e se haverá viabilidade para o fornecimento dos insumos dentro do prazo necessário para continuar as ações de testagem em Uberaba.

No documento, o vereador cita que a Prefeitura abriu um pregão eletrônico para adquirir 20 mil testes no dia 12 de maio, porém, o certame será concluído somente no dia 21 de maio. Tulio questiona se existem insumos disponíveis no estoque da Secretaria Municipal de Saúde para realizar os exames até que a compra seja finalizada, já que os dados são necessários para apurar a taxa de positividade na próxima semana e o governo municipal estabeleceu que o índice embasará a tomada de decisões sobre as regras de distanciamento em vigor a partir do dia 24 de maio. “A divulgação do primeiro índice da Taxa de Positividade será no dia 22, apenas um dia após o encerramento do Pregão Eletrônico”, destaca.

Questionado, o secretário municipal de Saúde, Sétimo Bóscolo, declarou que a Prefeitura tem testes em estoque e não haverá interrupção na testagem dos pacientes com suspeita de Covid-19 que se dirigirem às unidades de Saúde.

Um processo licitatório foi realizado em março, para a compra de 18 mil testes. O titular da pasta informa que o município ainda tem cerca de 3.000 unidades no estoque, além de contar, também, com uma reserva de mais 1.000 testes, repassados pelo Estado para ações de investigação em casos de surto.

De acordo com Bóscolo, a quantidade de 4.000 testes é suficiente para continuar a testagem de Covid-19 nas unidades da rede municipal até a conclusão do processo licitatório em andamento. Ele lembra que as empresas que decidirem testar os funcionários vão comprar os insumos de forma independente para realizarem a ação.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia