JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 03 de dezembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Prefeitura lança loteamento em Ponte Alta com 88 unidades residenciais

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/10/2020 - 07:11:37.

A Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra) deu início, nesta segunda-feira (26), às obras de infraestrutura do loteamento em Ponte Alta, em área de 45.631 m². De acordo com o prefeito Paulo Piau, o loteamento será entregue com mínimo de infraestrutura para as famílias. “Essas pessoas, em alguns casos, não conseguiriam sequer se enquadrar no ‘Minha Casa, Minha Vida’. Dessa forma poderão ter acesso aos lotes e construir suas casas”.

O prefeito fez questão de lembrar das dificuldades e percalços desse empreendimento. Segundo ele, o Programa Minha Casa, Minha Vida foi extinto pelo Governo Federal, justamente no momento de fechar as tratativas daquele loteamento de Ponte Alta. “Após transpor todas as barreiras burocráticas envolvendo Caixa Econômica Federal e ministérios, conseguimos reunir esforços para adquirir a área com recursos próprios da ordem de R$944.258,74 e encaminhar o Projeto de Lei para aprovação pela Câmara Municipal. Trata-se de uma antiga reivindicação da população que agora receberá 88 lotes urbanizados para construção de residências e nove terrenos para comércio. Além de nos preocuparmos com o déficit habitacional, também queremos gerar emprego e renda”, salientou o presidente da Cohagra, Ernani Neri.

Existe atualmente uma fila com mais de 100 pessoas interessadas em adquirir as unidades habitacionais totalmente comercializada pela Cohagra. Agora serão chamados individualmente, conforme agendamento pelo telefone 3326-3100, para análise para aquisição do lote, onde poderá construir em até dois anos da maneira que achar melhor. A Companhia pretende entregar o loteamento com o mínimo de infraestrutura de energia, água, esgoto e pavimentação.

Segundo Ernani a Companhia fará o chamamento daquelas famílias que fizeram cadastro anteriormente e moram no bairro rural de Ponte Alta, possuindo renda familiar de até R$1.800,00, principalmente, que serão priorizadas. “A ideia é reduzir o déficit habitacional naquela região, que tem demanda razoável”, disse.

Num segundo momento serão abertas oportunidades serão atendidos os interessados na abertura de pontos comerciais naquela comunidade e, haverá oportunidade para esses comerciantes se manifestarem junto à Cohagra.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia