JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Sobe para 11 número de postulantes barrados pela Justiça para a CMU

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/10/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 21/10/2020 - 14:14:04.

Foto/Reprodução


Com mais de 500 nomes apresentados inicialmente, disputa de vagas para a Câmara Municipal já tem onze barrados e onze desistências

Aumenta o número de postulantes à vaga na Câmara Municipal com candidaturas indeferidas pela Justiça Eleitoral. O número subiu de quatro para 11 nomes barrados. Restam ainda mais de 150 candidatos à espera de julgamento sobre o pedido de registro.

Os últimos nomes que tiveram candidaturas indeferidas foram Carlos Alberto da Silva (PMN), Claudeir Gilberto Bernardes de Oliveira (MDB), Haylla Rodrigues Lindoso (PMN), Mauro Machado Carvalho Júnior (Podemos), Robson Almeida de Campos (MDB), Sthephanie Fernandes (PTB) e Thaís Mendonça Passaglia (PTB).

Em geral, os nomes foram barrados pela Justiça porque não cumpriram os requisitos para o pedido de registro de candidatura e não apresentaram toda a documentação exigida para comprovarem estar aptos para disputarem as eleições municipais. Carlos Alberto, Claudeir e Robson estão com pendências em certidões exigidas pela Justiça Eleitoral.

Já Sthephanie Fernandes e Thaís Mendonça não apresentaram documentos para comprovar alfabetização. Já Mauro Machado teve o título cancelado por não comparecer para recadastramento e não regularizou a situação previamente, justificando a suspensão do atendimento presencial.

O caso mais curioso, entretanto, foi de Haylla Rodrigues, que apresentou documentação com o nome Rogildo Rodrigues Lindoso, do sexo masculino. Na sentença, a juíza Régia Ferreira de Lima posicionou que a situação tornou impossível verificar se a postulante estaria em pleno exercício dos direitos políticos. Com isso, a decisão foi pelo indeferimento da candidatura.

Anteriormente, já haviam sido barrados pela Justiça Eleitoral os nomes de Célio Hely Inácio (PSDB), Edson da Silva (Republicanos), Juliano Reis da Silva (PTB) e Osmar José Luís (PSDB).

Número de desistência para disputar vagas no Legislativo também cresce

Também aumentou o total de candidatos que desistiram de disputar as eleições para a Câmara Municipal este ano. O número de renúncias subiu de nove para 11.

As recentes desistências foram nomes do Solidariedade. José Carlos da Silva e Luiz Fernando Resende de Oliveira não tiveram qualquer impedimento, mas decidiram renunciar e não participar do pleito. Com isso, agora o partido tem três nomes que saíram da disputa.

Apesar da movimentação, o PSDB ainda é a sigla com maior número de desistentes: quatro até o momento. As chapas proporcionais do DEM, MDB, PDT e PTB também tiveram baixas, com uma renúncia em cada.

Pelo calendário eleitoral, os partidos e coligações têm prazo para entrar com pedidos de substituição de candidatos. A data-limite para promover alterações na chapa é o dia 26 de outubro. Com isso, ainda não há definição se haverá queda no número de postulantes às vagas do Legislativo. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia