JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 28 de outubro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Volta às atividades escolares presenciais deve ser gradual, por grupos, etapas e níveis

19/09/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 19/09/2020 - 17:47:07.


Ainda sem data definida para retomada das atividades presenciais, o governo estadual também publicou esta semana os protocolos sanitários que devem ser seguidos pelas unidades de ensino de Minas Gerais quando for autorizado o retorno das aulas. As recomendações foram elaboradas pelo Conselho Estadual de Educação para evitar a transmissão do coronavírus nas escolas.

O Conselho Estadual de Educação recomenda que o retorno presencial do ensino em Minas deva ser feito em etapas diferentes, de maneira gradual, para os mais de 16 mil estabelecimentos de educação básica e superior no território mineiro. “A volta às atividades escolares presenciais deve ser gradual, por grupos, etapas e níveis”, continua o texto.

Entre as normas que devem ser respeitadas pelas instituições de educação, estão o estabelecimento de rotinas de revezamento nos horários de entrada, saída, intervalos e outros deslocamentos coletivos. O objetivo é evitar as aglomerações. O texto ainda estabelece que é obrigatória a aferição de temperaturas de todos antes do acesso às escolas.

Pelo protocolo desenvolvido pelo conselho, as refeições devem ser realizadas, preferencialmente, nas salas de aula. Caso não seja possível, deverá ser estabelecido uso escalonado do refeitório, assegurando o distanciamento mínimo entre os usuários.

Além disso, todo o mobiliário das salas de aula deverá ser readequado para garantir o distanciamento mínimo entre os estudantes – a distância não foi publicada. Com isso, o número de alunos em sala também precisará ser adaptado. O uso obrigatório de máscaras durante as aulas também será exigido.

O protocolo inclui ainda a higienização das dependências da escola a cada troca de turno.  Já os banheiros precisam ser higienizados a cada três horas e todas as dependências das escolas também vão ganhar reforço na limpeza, especialmente corrimãos, batentes, maçanetas e botões de elevador.

O Conselho de Educação também traz a recomendação de que os materiais didáticos sejam deixados nas escolas para evitar a contaminação. Outra medida é que os estudantes devem permanecer na mesma sala de aula durante todo o horário letivo e as cantinas devem atender normas específicas para a distribuição das merendas. Comemorações e festas seguem suspensas nas unidades. 

Zema declara que retorno dos alunos às escolas está próximo

Em visita a Montes Claros esta semana, o governador Romeu Zema (Novo) declarou que, apesar de ainda não ter uma data prevista, o retorno dos estudantes às escolas da rede estadual está próximo.

Segundo o governador, “uma possível volta” começou a ser analisada e os detalhes estão sendo definidos pela equipe da Secretaria de Estado de Educação com a Secretaria de Saúde. “Tão logo (o quadro) seja tido como seguro, de acordo com os índices de contágio, de novos casos e de óbitos, as aulas (presenciais) retornarão. Mas ainda temos que lembrar que em nenhum estado do Brasil esta situação foi normalizada”, afirmou Zema.

O governador lembrou que Minas Gerais demorou mais que outros estados, como Amazonas, São Paulo e Rio de Janeiro, a atingir a fase mais crítica da pandemia do novo coronavírus. “(Com isso), se outros estados voltarem agora (com as aulas presenciais), Minas Gerais, pela lógica, teria que voltar depois. Mas, nada nos impede de voltarmos antes”, pontuou o governador. 

Leia mais

Continua depois da publicidade

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia