JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Solicitações de municipalização das escolas partem das prefeituras, afirma Estado

As primeiras escolas a serem municipalizadas, caso a proposta siga adiante, serão a Dom Eduardo e Miguel Laterza; na sequência, Fidélis Reis e Brasil

05/08/2020 - 07:20:42. - Por Raiane Duarte Última atualização: 05/08/2020 - 07:54:49.


A medida de municipalização de quatro escolas estaduais de Uberaba não vem agradando pais e professores. Nos últimos dias, a Escola Estadual Dom Eduardo, uma das que seriam afetadas caso haja prosseguimento, se posicionou contra a medida através de vídeo em rede social. 

"Viemos fazer uma denúncia: Paulo Piau juntamente com Romeu Zema querem municipalizar quatro escolas de Uberaba. Nós não aceitamos, nós não mexemos em time que está ganhando”, ressaltou. Ainda no post, é solicitada a construção de mais escolas e não a municipalização das estaduais.

Para a coluna “Cá entre nós”, no Jornal da Manhã, a professora Ana Paula Castro afirmou ainda que seria importante questionar sobre a municipalização aos profissionais da rede e o sindicato da classe.

Em recente entrevista ao Jornal da Manhã, a coordenadora regional do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), Maria Helena Gabriel, confirmou que proposta ocorre sem qualquer diálogo. “O Sind-UTE não aceita, em hipótese alguma, essa municipalização”, ressaltou.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação e questionou sobre a possibilidade de diálogo. Contudo, o município não se posicionou e relembrou que foi uma proposta do governo do Estado e da Superintendência Regional de Ensino de Uberaba.

Já o Estado, em nota, pontuou que o Plano de Atendimento para o ano de 2021 ainda será realizado. O trabalho é feito, anualmente, pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) para reorganizar as escolas, garantindo vaga aos estudantes do ano subsequente. 

“Por meio do Plano de Atendimento são verificadas as demandas por vagas, os espaços físicos, as etapas da educação e a localização geográfica de cada unidade escolar, buscando a qualidade da aprendizagem dos alunos da rede pública. As solicitações de municipalização partem das prefeituras e são analisadas, conforme o Plano de Atendimento, sempre em diálogo com os órgãos municipais”.  

As duas primeiras escolas que deverão ser municipalizadas serão a Dom Eduardo, na avenida da Saudade, e a Miguel Laterza, no bairro São Benedito. Em seguida, a ação atinge a Fidélis Reis, no Boa Vista, e a E.E. Brasil, na Praça Comendador Quintino, no bairro Estados Unidos. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia