JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 05 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Montes descarta candidatura própria do PSD e afirma que sigla vai com Grilo

02/08/2020 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Arquivo


Marcos Montes Cordeiro, presidente do PSD de Uberaba, descarta que o partido terá candidatura própria e reafirma o apoio a Heli Grilo

Presidente do PSD em Uberaba, Marcos Montes descarta candidatura própria do partido a prefeito e assegura que a sigla já está fechada na aliança de suporte ao nome de Heli Andrade (PSL) para a disputa majoritária este ano.

Em entrevista à Rádio JM, o dirigente da legenda confirmou ter conversado com Kênia Borges, mas negou que o assunto foi uma possibilidade de candidatura própria do PSD para prefeito. “Ela não me procurou para ser candidata a prefeita, ela me procurou para ser candidata a vice [...] Nosso candidato a prefeito é Heli Andrade desde o primeiro minuto. Direção nacional do partido já sabe disso. É assunto vencido, página virada”, declara. Questionado, MM rechaçou que a apresentação do nome de Kênia Borges seria uma estratégia do PSD para cacifar um nome próprio para o posto de vice na chapa encabeçada pelo PSL.

Continua depois da publicidade

Segundo o líder partidário, a decisão sobre a dobradinha será decisão do candidato majoritário e o PSD não pretende fazer imposições. “A Kênia mostrou que um grupo de empresários a apoiaria para compor a chapa com o Heli, mas eu disse a ela que o compromisso que temos é que a escolha sobre o vice seria pessoal dele”, argumenta.

Montes afirma que Kênia demonstra potencial dentro do partido, assim como outros nomes do PSD. Porém, ele posiciona que não apresentará indicações a Heli Andrade. “Não vamos apresentar ninguém. Se ele escolher alguém dos nossos quadros, teremos muito prazer. Mas não ofereceremos nada. O partido está contemplado no apoio ao Heli”, declara.

Para MM, o foco maior do grupo é ganhar as eleições municipais este ano e isso pode levar à escolha de um nome de outro partido que possa fortalecer a chapa. “Todos que estamos com ele queremos ganhar a eleição. Nem um de nós vai impor ou pedir o posto de vice. Não é um ato inteligente. É preciso um perfil de vice que agregue e ajude ganhar eleição. Se for dentro do PSD, ótimo, se não, vai buscar outra pessoa [...] O vice pode sair de qualquer partido – seja de quem já está ao lado dele ou outros partidos que podem chegar [...] Não podemos impor nomes que não agregam”, encerra.

Kênia se declarou pré-candidata a prefeita pelo PSD na última semana e justificou que estaria trabalhando para demonstrar a viabilidade política do nome para a sucessão municipal. Ela inclusive divulgou um vídeo nas redes sociais defendendo o projeto de candidatura, agora descartado pelo presidente da sigla em Uberaba. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia