JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 05 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Lava-Jato chega a José Serra; operação da PF cumpre mandados em imóveis ligados ao senador

03/07/2020 - 08:06:03.

PF deflagrou a Operação Revoada, que tem José Serra no centro, acusado de receber milhões de reais em propina da Odebrecht enquanto governador de São Paulo (Foto/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O senador José Serra (PSDB) é novo alvo da Operação Lava-Jato, que o denunciou nesta sexta-feira (3), juntamente com sua filha, Verônica Allende Serra, acusados de prática de lavagem de dinheiro transnacional. Em paralelo, a Polícia Federal da faz buscas nesta manhã em endereços ligados ao tucano no âmbito da Operação Revoada. José Serra já foi governador de São Paulo e candidato à presidência da República.

Continua depois da publicidade

Oito mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos ao total em imóveis em São Paulo e no Rio de Janeiro. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), entre 2006 e 2007, o então governador paulista “valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul”.

Ainda de acordo com o MPF, a empreiteira usou empresas no exterior para que os valores não fossem identificados pelos órgãos de controle. “Milhões de reais foram pagos pela empreiteira por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior, para que o real beneficiário dos valores não fosse detectado pelos órgãos de controle”, explica a Procuradoria.

As investigações apontam que José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra tinham empresas no exterior, ocultando seus nomes, por onde receberam pagamentos feitos pela Odebrecht a José Serra. A Procuradoria também obteve autorização para o bloqueio de cerca de 40 milhões de reais em uma conta na Suíça.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia