JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 07 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Secretário de Saúde afirma que pandemia do coronavírus pode durar dois anos em Minas Gerais

Projeção para o pico da Covid-19 mudou outra vez; passou do dia 09 de junho para o dia 10

28/05/2020 - 00:00:00.

Foto/Reprodução

Mais uma vez a projeção de pico da Covid-19 foi alterada em Minas Gerais. A data, onde haveria maior número de contaminações estava prevista para o dia 09 de junho, mas foi repassada para o dia 10. O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou, nesta quarta (27), que os casos podem se alongar e que o estado poderá ter até dois anos de pandemia, enquanto não for descoberta a vacina para o novo coronavírus.

"Por outro lado, se a sociedade mantiver o controle, teremos poucos casos a cada dia, espalhando ao longo do tempo. Teremos um ano e meio, dois anos de pandemia", afirmou. E os números apontam o avanço da doença no estado.

Carlos Amaral afirmou ainda que é necessário que os municípios possam aderir ao Programa Minas Consciente e lembrou que estamos no meio da pandemia. Ele defendeu que o isolamento social não é só a população permanecer em casa, mas também adotar as medidas de cuidados pessoais, como uso de máscara, lavagem das mãos e uso do álcool em gel.

O secretário também respondeu sobre o avanço do novo coronavírus no interior de Minas, em cidades que não dispõem de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Ele afirmou que não é possível instalar respiradores nas unidades de municípios com menos de 5 mil habitantes. Segundo ele, o estado leva em conta a maneira como o Sistema Único de Saúde (SUS) está organizado para encaminhar os pacientes graves desses municípios. No entanto, disse que esses municípios poderiam ter respiradores de estabilização.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia