JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 11 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Ceasa de Uberaba passará por mudanças

As ações incluem melhorias na parte física da unidade, incremento na fiscalização e projeto que motive produtores e compradores

18/11/2019 - 00:00:00.

Foto/reprodução

Após assinatura de novo contrato com Estado, a Secretaria Municipal do Agronegócio – Sagri prepara mudanças na Ceasa local. As ações incluem, por exemplo, melhorias na parte física da unidade, incremento na fiscalização e projeto que motive produtores e compradores de hortifrutigranjeiros no município.

De acordo com o secretário adjunto da Sagri, Carlos Dalberto de Oliveira Junior - Belzinho, o novo termo de contrato entre Ceasa Minas e a Prefeitura de Uberaba é por período de 20 anos, podendo o plano de trabalho ser renovado a cada 5 anos. Pelo estabelecido, nos dois primeiros anos a Sagri ficará com 100% do arrecadado com as permissões e, depois, 50% para cada parte. “Até o final deste mês o Estado passará a planilha com o total de permissionários e o valor arrecadado mensalmente”.

De acordo com Belzinho a secretaria já prepara uma série de ações para a unidade. Dentre elas, a entrada em operação da portaria, a contratação de vigias, orientador de mercado, setores administrativo e fiscal. O secretário adjunto ressalta que com a municipalização da Ceasa, o cumprimento da lei do perímetro será devidamente fiscalizado. “Toda comercialização de hortifrutigranjeiros, inclusive, as mercadorias compradas fora de Uberaba terão que passar pela unidade e receber o visto dos fiscais” enfatiza. Ele frisa, no entanto, que primeiro será feito um trabalho de cadastramento e orientação de todos os comerciantes deste setor. “Não há intenção de punir ninguém, apenas de seguir as normas a bem de todos” afirma o dirigente.

Por outro lado, Belzinho destaca que a Secretaria do Agronegócio prepara plano no sentido de motivar tanto produtores, como compradores de hortifrutigranjeiros. “Em parceria com a Emater, técnicos da Prefeitura montam programa que inclui linha de crédito para a agricultura familiar, através do Banco do Brasil, assessoria do Sebrae e orientações visando a profissionalização dos produtores, como por exemplo, oferta constante de produtos demandados pelo cliente.

Outra medida que está sendo projetada, antecipa Carlos Dalberto, é a possível mudança nos dias de funcionamento da “pedra”, atualmente as segundas e quintas. “Como em outros centros as pedras também funcionaram nestes dias, a alteração para outras datas poderá revigorar o comércio da Ceasa Uberaba”, argumenta ele, enfatizando que a meta é atrair mais atacadistas, assim como produtores.

A Ceasa de Uberaba dispõe de 54 boxes. Destes, 41 estão ocupados por 33 permissionários. Outros 13, em breve, deverão ser licitados pela Sagri.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia