JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Câmeras do Olho Vivo danificadas no ataque ao BB ainda não foram reparadas

A informação é do prefeito Paulo Piau (MDB), justificando que será necessária a troca do equipamento e a medida depende de realização de processo licitatório

15/11/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Câmeras do sistema Olho Vivo danificadas em assalto no Banco do Brasil ainda não foram consertadas. A informação é do prefeito Paulo Piau (MDB), justificando que será necessária a troca do equipamento e a medida depende de realização de processo licitatório. 

Em entrevista à Rádio JM esta semana, o prefeito explica que no tiroteio houve perda total de câmeras e não será possível o conserto. Ao todo, 13 câmeras de videomonitoramento foram danificadas em ação criminosa em junho, que teve como alvo a instituição financeira.  O chefe do Executivo afirma que um processo de licitação está em andamento para a substituição dos equipamentos. “Vai ter que ser coisa nova. As câmeras danificadas não têm recuperação”, pondera. 

Piau afirma que a expectativa é estar com todas as câmeras em pleno funcionamento antes do fim do ano. “A Prefeitura não pode simplesmente chegar e comprar. Tem que ter processo licitatório. É o prazo da licitação. O mais rápido que a gente puder. Acredito que no fim de novembro ou início de dezembro a gente consegue repor as câmeras do Olho Vivo”, manifesta. No entanto, o prefeito defende que a grande melhoria para a segurança da cidade virá com a entrada em operação do programa Cidade Vigiada. Segundo ele, a preparação da estrutura para instalar as câmeras já começou.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia