JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 13 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Ausência de Uberaba em catálogo de obras de Zema não incomoda prefeito

De acordo com o prefeito, a situação não é problemática porque grande parte dos projetos elencados pelo governo de Minas é formada por obras na região

20/10/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

Ausência de Uberaba em lista de obras prioritárias do governo de Minas não incomodou o prefeito Paulo Piau (MDB). O Estado divulgou na última semana um catálogo com 65 projetos nas áreas de Infraestrutura, Saúde, Educação e Segurança Pública para orientar os deputados na destinação de recursos por meio de emendas parlamentares. Ao todo, sete obras na região do Triângulo Mineiro foram inseridas, mas nem uma em Uberaba. 

De acordo com o prefeito, a situação não é problemática porque grande parte dos projetos elencados pelo governo de Minas é formada por obras na região que estavam paralisadas e sem recurso para ser retomadas. “Envolve emendas parlamentares para finalizar obras paradas”, justifica.

Piau pondera que Uberaba não possui obras da esfera estadual que foram abandonadas e considera que a ausência de Uberaba no pacote é reflexo dessa realidade. “Não temos obras paradas. Tínhamos o trecho da Capelinha do Barreiro até a MG-427, mas o serviço já está em andamento através de uma parceria com a usina Delta. Foi a primeira obra autorizada do governo Zema. Estamos antecipados e mais atentos do que o resto das cidades da região”, defende.

O entendimento do prefeito, entretanto, não é o mesmo do Legislativo. Câmara Municipal se mobilizou e solicitou apoio ao deputado estadual Heli Andrade (PSL) para tentar incluir demandas de Uberaba entre as prioridades do Estado. Parlamentares citaram, por exemplo, a recuperação da MG-427 entre as obras que merecem atenção do Estado. A rodovia dá acesso a Conceição das Alagoas e se tornou um risco para os motoristas devido às más condições do asfalto.

No catálogo de obras prioritárias do Estado está previsto o investimento de R$24 milhões na região para construir um presídio feminino com 407 vagas em Uberlândia. Os outros seis projetos envolvem a conclusão de obras rodoviárias paralisadas no Triângulo. 

Aproximadamente R$40 milhões serão aplicados para concluir: quatro quilômetros de duplicação na rodovia BR-365 em Araguari; pavimentação de um trecho MGC-455, entre Frutal e Pirajuba; pavimentação de trecho da BR-364 em Frutal; construção de ponte ligando Itapagipe e Campina Verde; pavimentação de segmento da MGC-154, e a implantação de ponte entre Uberlândia e Campo Florido.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia