JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Código de Ética ganha destaque no processo admissional da PMU

Iniciativa visa a reforçar os direitos e deveres dos servidores, incentivando o conhecimento amplo das diretrizes de conduta profissional

10/09/2019 - 00:00:00. Última atualização: 10/09/2019 - 17:46:28.

Novos servidores públicos municipais admitidos pela Prefeitura de Uberaba receberão, a partir de agora, um exemplar do Código de Ética Pública do Município de Uberaba no ato do processo de admissão/entrega de documentos. A iniciativa, uma parceria da Secretaria de Administração e Controladoria Geral, visa a reforçar os direitos e deveres dos servidores, incentivando o conhecimento amplo das diretrizes de conduta profissional. 

Em reunião ontem, o secretário de Administração, Rodrigo Vieira, recebeu os exemplares do Código de Ética das mãos do controlador-geral do município, Carlos Bracarense. Também foi validado, junto à equipe do Departamento de Provimento, o novo formulário de ingresso do servidor, onde passa a constar a declaração de recebimento do exemplar.

Rodrigo Vieira avalia que a ação é mais um avanço. “Todas as pessoas que recebemos na Prefeitura já terão, em sua recepção, o conhecimento de seus direitos e deveres. É uma forma de deixar estas informações totalmente transparentes, pois estamos à frente da gestão para cobrar dos servidores um trabalho de qualidade. A qualidade e a ética são exigências para que possamos oferecer o melhor atendimento à população.” 

O controlador-geral Carlos Bracarense destacou ser fundamental que os servidores se comprometam no ingresso à Prefeitura a seguir os preceitos da ética e do interesse público na conduta profissional. “A equipe da Controladoria tem disseminado estas informações no projeto Café com Ética, em todas as secretarias, e esta nova parceria é essencial para este objetivo. Buscamos não só garantir todos os direitos do servidor, mas também dar vazão aos deveres perante o público e as secretarias”, pontuou.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia