JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 09 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Estado fará visita técnica para tratar do custeio do Hospital Regional

Em Belo Horizonte ontem, secretário Iraci Neto acertou visita de comitiva técnica do Estado a Uberaba no dia 29 de agosto

14/08/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 14/08/2019 - 07:46:27.

Divulgação


Detalhes sobre a medida foram tratados ontem pelo secretário Iraci Neto com o secretário de Estado Carlos Eduardo Amaral Pereira

Em Belo Horizonte ontem, secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, acertou visita de comitiva técnica do Estado a Uberaba no dia 29 de agosto para tratar do custeio do Hospital Regional. A agenda vem sendo discutida desde junho. 

A visita técnica ao Hospital Regional será liderada pelo secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva. Na oportunidade, será discutida a manutenção do HR, e o município espera uma resposta definitiva do governo de Minas sobre a participação financeira no custeio do serviço. “Saio de Belo Horizonte com expectativa de que, a partir da vinda do secretário estadual, poderemos consolidar o funcionamento total do hospital como um grande equipamento de saúde para a região”, destaca.

O Hospital Regional continua em funcionamento parcial, aguardando a contribuição do Estado e dos demais municípios da região no custeio. Diante da situação financeira, a Prefeitura comunicou em junho que o HR não receberia mais as demandas de clínica médica, e os atendimentos seriam remanejados a outros hospitais da cidade. Até o momento, além de Uberaba, apenas três prefeituras já estão fazendo os repasses para a manutenção do Hospital Regional, e a União também continua com a participação financeira no custeio do serviço. A verba, entretanto, não permite a entrada em operação de 100% da estrutura. 

Além do hospital, Iraci informa que a agenda em Uberaba no fim do mês também incluirá uma reunião técnica-gerencial com os secretários de saúde e prefeitos da região para alinhar a operação do Samu Regional Triângulo Sul. O serviço será base do helicóptero que atende operações de urgência e emergência, porém ainda é necessária a chegada de ambulâncias para efetivamente estender a atuação aos demais municípios da região.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia