JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 08 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Uberaba é a terceira cidade de MG em suspeitas de zika em gestantes

Com 24 casos em investigação, a cidade só perde para Belo Horizonte e Betim, segundo boletim epidemiológico

23/07/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 23/07/2019 - 14:09:57.

Reprodução


Em 80% dos casos de zika em gestantes, os sintomas não aparecem e a ocorrência da doença pode causar microcefalia e outros problemas no bebê

Uberaba é a terceira cidade com maior número de casos prováveis de zika vírus em gestantes até agora em 2019. Atrás apenas da capital Belo Horizonte e de Betim, Uberaba soma 24 casos prováveis de zika em mulheres grávidas. Os números são de boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Saúde. 

Ao todo, Minas Gerais registrou 1.017 casos prováveis de zika em 2019, sendo 345 em gestantes. As ocorrências de zika em gestantes foram registrados em 75 municípios, com destaque para Belo Horizonte (59), Betim (27), Uberaba (24), Montes Claros (22), Contagem (20), Janaúba (19), Ribeirão das Neves (15), São Francisco (13), Araguari (11), Juiz de Fora (dez), Bocaiúva (oito), Martinho Campos e Santa Luzia (sete cada), Passos (cinco), Igarapé e Ituiutaba (quatro cada). Os demais 59 municípios registraram juntos 90 casos.

Os sintomas do zika vírus nas gestantes são muito parecidos com os do resto da população. São febre, dor de cabeça, vermelhidão nos olhos, dor e inchaço nas articulações e manchas vermelhas que coçam. A questão é que em 80% dos casos os sinais da infecção não se manifestam. E mesmo nesses episódios, assintomáticos para a mãe, os bebês podem desenvolver microcefalia e outros problemas de saúde.

O relatório do governo estadual também informa que este ano foram processadas 3.471 amostras para zika de 301 municípios de Minas Gerais. Até o momento, 27 amostras foram positivas na sorologia para zika. Uberaba teve uma amostra positiva. Uberlândia teve seis amostras com resultado positivo para zika vírus. Já os municípios de Aimorés, Belo Horizonte, Betim, Montes Claros e Santa Luzia aparecem com duas sorologias positivas cada. Bocaiuva, Eugenópolis, Gameleiras, Januária, Passos, Pirapora, São Joaquim de Bicas, Serra, Turmalina e Ubá tem um caso cada. 

Apesar dos registros, o levantamento da Secretaria Estadual de Saúde classifica Uberaba como cidade com baixa incidência de zika vírus até o momento.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia