JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 08 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Casas retomadas por irregularidades são repassadas a famílias carentes

Cohagra reforça que qualquer pessoa pode denunciar desvios de finalidade nas casas pelo WhatsApp, no número (34) 99873-9555

22/07/2019 - 00:00:00. Última atualização: 22/07/2019 - 14:17:28.

O trabalho de fiscalização promovido pela Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra) resultou na retomada de mais três imóveis dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) nos bairros Pacaembu III, Anatê e Girassóis. Eles foram repassados a novos mutuários que se encontravam em situação de prioridade, consideradas situações mais extremas, incluindo risco de saúde e vulnerabilidade. Eles também já estavam na lista de requerentes pela companhia e atendiam às exigências do PMCMV.

De acordo com o presidente Marcos Jammal, este ano já foram retomados cerca de 400 imóveis do programa e que estavam com sua finalidade social desviada. Atualmente 15 imóveis e seus usuários são alvos de processos investigatórios. “Três pessoas optaram por entregar as chaves por meio da devolução administrativa antes da instauração de inquérito pelo agente financiador e Polícia Federal, com acompanhamento do Ministério Público Federal”, explicou o presidente.

Entre os contemplados pela retomada de unidades está Vanilton Rosa da Silva, um deficiente visual de 22 anos. Casado e pai de uma filha de três anos, morava em casa cedida. Ele relata que quando foi convocado não acreditou e “a emoção tomou conta” ao receber as chaves do imóvel no Pacaembu II. “Já estamos na nossa casa, é um sonho realizado. Precisamos acreditar que a Justiça sempre será feita”, diz ele.

O presidente da Cohagra, Marcos Jammal reforçou que os novos contemplados atenderam aos critérios da Caixa Federal, como documentação e perfil socioeconômico.

Disque Denúncia. Jammal lembra que o disque denúncia continua ativo para informações de irregularidades em casas do “Minha Casa, Minha Vida”. O canal via WhatsApp é exclusivo para que a sociedade possa ajudar a equipe de fiscalização da Cohagra. Pelo (34) 99873-9555 podem ser relatadas situações como venda ilegal, locação ou mesmo abandono dos imóveis.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia