JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 24 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Vereador Mariscal diz que foi impedido de entrar na UPA do bairro São Benedito

Vereador Thiago Mariscal diz ter sido impedido de entrar na Unidade de Pronto Atendimento do bairro São Benedito nesta semana

19/01/2019 - 00:00:00.

Vereador Thiago Mariscal diz ter sido impedido de entrar na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Benedito nesta semana. O parlamentar foi ao local após receber a denúncia de que uma paciente havia sido vítima de abuso sexual dentro da referida unidade de saúde. 

Mariscal revela que solicitou a entrada por volta das 2h da madrugada, na tentativa de fazer contato com a vítima que ainda estava internada. O parlamentar alega que aproveitaria a oportunidade para verificar a qualidade do atendimento oferecido aos pacientes e as condições das instalações do local.

"Pedi a minha entrada para a representante da enfermaria. Em seguida, por telefone, conversei com uma diretora da Funepu - responsável pelas UPAs em Uberaba - e com o assessor de imprensa da mesma. Não houve entendimento e as portas eletrônicas permaneceram trancadas. Fui embora às 5h. Meu objetivo não era criar transtornos e, por isso, desta vez não chamei a polícia. Vamos encaminhar esse episódio ao Ministério Público, pois fui impedido de cumprir o meu papel de agente fiscalizador de maneira legal. Não existe horário para ir a locais que funcionam 24h", afirmou Thiago.

Mariscal lamenta o ocorrido e credita o mesmo ao despreparo das partes responsáveis. "Se eu sou recepcionado dessa maneira, imagina o cidadão doente. As pessoas seguem morrendo nas filas de hospitais e os internos sem nenhum tipo de segurança. O referido episódio comprova isso. A verdade é que existe uma caixa-preta na Saúde em Uberaba e nós vamos abri-la. Há uma pilha de denúncias que precisam ser apuradas e nós as levaremos adiante", finalizou. 

Secretário de Saúde diz que solicitará informações aos gestores da unidade. Informado por terceiros sobre polêmica envolvendo a visita do vereador Thiago Mariscal à UPA São Benedito, segundo a Assessoria de Imprensa da PMU, o secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, está solicitando informações à Funepu – responsável pelo gerenciamento do local.

Através de nota, Iraci afirmou que ainda não tem os detalhes do ocorrido, mas ressaltou que a Câmara de Vereadores tem total competência para verificar, fiscalizar e acompanhar as ações relacionadas à Saúde pública.

De acordo com o secretário de Saúde, não há o que esconder dos vereadores e/ou da população de Uberaba. Segundo ele, a transparência é marca registrada do governo Paulo Piau, e, portanto, não há que se omitir qualquer informação a quem quer que seja – muito menos a um vereador, eleito pelo povo para representá-lo.

Iraci afirmou que assim que tiver as informações por parte da Funepu vai conversar com o vereador Thiago Mariscal sobre o assunto. 

Procurada pela reportagem do Jornal da Manhã, a Funepu disse que não irá se posicionar sobre o assunto em respeito aos pacientes e se limitará a prestar as informações à PMU, para a qual presta serviços.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia