JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 18 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Produtores denunciam que importação ilegal de leite em pó derrubou o preço nacional

Lideranças do setor posicionaram ao ministro Blairo Maggi, que a situação derrubou o preço do produto nacional

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 14/02/2017 - 15:23:53.

Produtores de leite denunciaram importação ilegal de leite em pó no ano passado. Lideranças do setor posicionaram ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que a situação derrubou o preço do produto nacional e resultou em prejuízos para os fazendeiros.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Uberaba, Romeu Borges, os produtores aguardavam a recuperação do preço do leite para compensar o aumento dos custos de produção causa da alta do milho e da soja. No entanto, a entrada do leite em pó importado causou transtornos à cadeia produtiva. “Os custos não diminuíram e o leite baixou muito preço, quando a gente começaria a sair do sufoco”, reforça.

O ministro posicionou que já o governo federal já tinha conhecimento das denúncias e uma investigação foi aberta em outubro do ano passado para averiguar o caso. “Está sendo verificado o leite que foi importando principalmente do Uruguai, pois foram volumes muito superiores à capacidade que eles têm de produção. Temos que seguir o caminho burocrático normal e pedimos à Camex [Câmara de Comércio Exterior] para investigar”, declara.

Se confirmadas irregularidades, Maggi afirma que haverá punições. Entretanto, não há prazo para finalizar a apuração. “Comprovado que o Uruguai usou de subterfúgios para trazer leite para o Brasil, poderemos retaliar, ou seja, colocar cota ou até deixar de importar leite deles nesse período”, finaliza.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia