JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Agente acusado de matar a mulher responde a inquérito em liberdade

Apesar de já ter se apresentado à DHPP) em Uberaba, poucos dias depois do crime, o inquérito policial ainda não foi finalizado

- Por Renato Manfrim Última atualização: 23/01/2018 - 15:19:34.

Jairo Chagas


Casa onde o agente teria assassinado a própria mulher no primeiro dia deste ano, após discussão

Passados 22 dias do homicídio de Mariane Cristiane dos Santos, 27 anos, no bairro Alfredo Freire 3, o principal suspeito, o próprio marido, agente penitenciário, de 32 anos, responde o crime em liberdade. Ele tem residência fixa e não tinha passagens policiais.

Apesar de já ter se apresentado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Uberaba, poucos dias depois do crime, o inquérito policial ainda não foi finalizado.

“Não resta dúvida que ele é o autor do homicídio, mas ainda faltam alguns laudos e, em breve, vamos concluir o inquérito. Ele se apresentou dois dias depois do crime, mas responde em liberdade porque não havia mandado de prisão contra o mesmo. Ele não confessou o crime, mas disse estar à disposição da Justiça”, informou o delegado responsável pela DHPP, em Uberaba, Cyro Outeiro.

Mariane foi morta a tiros em sua residência, no bairro Alfredo Freire 3, na noite do dia 1º de janeiro. Segundo a PM, os disparos teriam sido efetuados pelo próprio marido, que fugiu após o crime. Ainda de acordo com depoimentos de testemunhas à PM, o casal tinha brigas frequentes originadas por ciúme.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia