JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Agente penitenciário forneceu arma para ex-namorado atirar em jovem

Homem que atirou contra a ex-namorada utilizou uma arma emprestada por agente penitenciário e ambos estão presos

- Por Renato Manfrim Última atualização: 02/02/2018 - 12:40:12.


Jairo Chagas


Homem que atirou contra a ex-namorada utilizou uma arma emprestada por agente penitenciário e ambos estão presos 

Quatro envolvidos na tentativa de homicídio contra adolescente de 17 anos na tarde de quarta-feira (31) foram presos em flagrante pela Polícia Militar no final da noite do mesmo dia. Segundo informações, dois foram encaminhados para a Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, ou seja, o suspeito do homicídio tentado e o agente penitenciário que teria emprestado a arma (revólver Taurus calibre 36).

Já o homem que deu abrigo para o suspeito principal e o que ocultou a arma, no bairro de Lourdes, foram liberados e responderão, inicialmente, o processo em liberdade.

A motivação do crime teria ocorrido porque o suspeito principal não aceitava o fim do relacionamento que aconteceu há aproximadamente duas semanas.
Conforme o registro da PM, além da arma usada para alvejar a vítima nas costas, foram apreendidos a motocicleta e o capacete utilizados na fuga do suspeito e celulares, que contém diálogos entre os envolvidos.

Segundo o delegado responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Cyro Outeiro, a partir de agora será dado prosseguimento ao auto de prisão em flagrante.  “Vamos aguardar a conclusão das perícias, juntá-las e, provavelmente, convocar novas testemunhas que não foram ouvidas, pesquisar por câmeras de segurança que tenham registrado o momento do crime”, afirmou.


Como o suspeito está preso, a DHPP tem dez dias para concluir o inquérito policial.

De acordo com o tenente Correa, da Polícia Militar, após ser descoberta a identidade do suposto dono da arma, os militares foram até a sua residência. Chegando neste local, segundo ele, não sabia o que estava a acontecendo. Ele disse que teria entregado a arma para o suspeito da tentativa de homicídio, na intenção de que a guardasse.

Em seguida, ainda segundo o tenente Correa, a PM descobriu o endereço onde estava a arma e o suspeito do crime.  “Então, o prendemos e também a outro rapaz que teria guardado a arma em outro local”, contou o tenente da PM que complementou que há informações de que o suspeito de ter atirado contra a vítima já teria a estuprado. “Este crime teria acontecido com a utilização da arma. Ele se manteve calado, mas tudo leva a crer que a tentativa de homicídio aconteceu devido a sua não aceitação da separação”, finaliza o tenente da PM. 

Segundo informações da assessoria de imprensa do HC-UFTM, o seu quadro é estável, sendo que, até o fechamento desta edição, ela não havia passado por cirurgia e estava internada no Pronto Socorro (PS) do hospital.

 



 


Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia