JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 12 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Baleado em tentativa de roubo de carro foi vítima por engano

Polícia Civil descobre que homem baleado no início do ano na avenida Niza Marquez Guaritá foi vítima de tentativa de homicídio por engano; ele ficou paraplégico

- Por Renato Manfrim Última atualização: 19/01/2018 - 11:57:32.

Jairo Chagas


Vítima tentou fugir dos bandidos, foi baleada e acabou batendo o carro contra um poste de iluminação

A 2ª Delegacia de Polícia Civil em Uberaba descobriu, em um trabalho conjunto com a Delegacia de Homicídios, que homem de 36 anos, que é  motorista de caminhão de lixo, alvejado por dois disparos de arma de fogo na madrugada do dia 2 de janeiro deste ano, na avenida Niza Marquez Guaritá, foi vítima por engano de uma tentativa de homicídio e não de tentativa de roubo, como foi informado na época.

Na verdade, de acordo com informações do delegado João Francisco Oliveira, da 2ª Delegacia, o crime foi praticado por organização criminosa e a motivação continua sendo investigada em segredo de Justiça. O inquérito policial já foi finalizado. Inicialmente as informações davam conta de que um dos marginais de trio atirou contra a vítima porque, ao tentar roubar o seu veículo Celta, a mesma fugiu, sendo que, após ser atingida, bateu violentamente o carro contra poste de iluminação. Segundo informações, a vítima chegou a ficar em estado grave, mas já foi liberada do HC/UFTM, ficando paraplégica.

No dia do crime, cinco suspeitos, que têm passagens policiais, foram presos pela PM de posse de duas armas de fogo de uso restrito, ou seja, duas pistolas nove milímetros, e nesta época não se sabia da ligação deles com o crime contra o motorista. “O inquérito já foi encaminhado à Justiça e a gente acredita que haverá um julgamento justo para dar resposta tanto para a vítima como para a sociedade”, comentou o delegado João Francisco.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia