JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Mãe denuncia abuso sexual contra menino de 6 anos dentro de escola

A Superintendência de Ensino em Uberaba apura suposto caso de abuso sexual contra menino de seis anos ocorrido dentro de escola

- Por Renato Manfrim Última atualização: 01/09/2017 - 22:26:18.

A Superintendência de Ensino em Uberaba apura suposto caso de abuso sexual contra menino de seis anos ocorrido dentro de escola do bairro Costa Teles. A mãe do garoto, de 37 anos, registrou ocorrência policial na noite de quarta-feira (30). Ela disse aos militares que o filho contou a ela ter sido abusado sexualmente por colegas na escola, mas não soube precisar se o abuso aconteceu na quinta ou sexta-feira (24 ou 25 de agosto). As possíveis crianças envolvidas no fato não foram identificadas.

Segundo a mãe, o filho estava com comportamento estranho desde a semana anterior e, ao questioná-lo, ele relatou que dois colegas da escola o seguraram, sendo que um deles pediu para que ele abaixasse a calça e introduziu um objeto na sua região anal. A criança ainda disse para mãe não saber qual foi o objeto utilizado, pois a outra criança não lhe contou e nem permitiu que ele visse o abuso.

Segundo depoimento da diretora da escola no registro da PM, os alunos são a todo o momento monitorados pelas professoras e auxiliares e que não teve conhecimento de nenhuma reclamação por parte da criança.

A superintendente de Ensino em Uberaba, Marilda Ribeiro, disse que já foi solicitado junto à inspetora da escola onde aconteceu o suposto abuso sexual para que ela apure o fato. “A inspetora já conversou com a diretora, que também já fez o seu relato. E agora nós vamos conversar com a mãe do aluno. Além disso, já relatamos o fato ao Conselho Tutelar. Então, nós estamos nesta parte de apuração dos fatos”, disse Marilda, ao ressaltar que a inspetora da escola vai elaborar um relatório.

Até o fechamento desta edição, o mesmo ainda não estava pronto. “A gente apenas estranhou de o fato ter acontecido na última quinta ou sexta-feira, e ela não ter procurado a escola. A diretora foi surpreendida ontem [30] e nós somente ficamos sabendo do fato pela imprensa (jmonline.com.br)”, relatou Marilda.

A mãe contou que o filho passou por exames médicos na segunda-feira (28) no Pronto-Socorro Infantil do Hospital de Clínicas da UFTM, onde foram constatadas pelas equipes de pediatria e da cirurgia pediátrica duas máculas (lesões) arroxeadas e puntiformes (aparência de ponto) na região perineal. A criança está sendo acompanhada pela assistência social e psicóloga.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia