JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 11 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Continua depois da publicidade



Empresário é preso por receptação de 130 toneladas de sextavados de concreto

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

30/06/2022 - 00:00:00. - Por Carlos Paiva

Empresário de 20 anos é preso por receptação de 130 toneladas de sextavados de concreto, na rua “B”, Chácaras Mariitas 1, na manhã de ontem. O autor do furto, um motorista de 42 anos, não foi preso. Ele seria funcionário da vítima, um engenheiro civil, de 31. O acusado de receptação foi apresentado ao delegado de plantão na 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

De acordo com o que foi apurado pelo Jornal da Manhã, uma equipe do Tático Móvel da 299ª Companhia do 67º BPM fazia patrulhamento de rotina, quando tomaram ciência da possível localização de uma carga de 130 toneladas de sextavados de concreto.

Inicialmente, os militares conversaram com a vítima, o engenheiro. Ele relatou que nos dias 13 e 14 deste mês teve a carga de sextavados de concreto furtada.

Ele contou também que, no dia 27 passado, tomou conhecimento que seu colaborador, o motorista, teria furtado todo o material. Também soube que o motorista teria vendido toda a carga para terceiros por um valor bem aquém ao de mercado.

O engenheiro relatou, ainda, que, por esta razão, encerrou o contrato de prestação de serviços com o motorista.

Através do GPS do caminhão, a vítima descobriu os locais por onde o caminhão teria passado nos dias do furto, sendo que um deles é exatamente na rua “B”, Chácaras Mariitas 1.

No local apontado, o empresário disse ter adquirido o referido material do empregado do engenheiro pelo valor de R$1 mil, sendo a carga transportada em, aproximadamente, dez viagens para o transbordo.

O empresário recebeu voz de prisão em flagrante por crime de receptação. A carga foi também localizada e, por determinação da autoridade policial no plantão da Polícia Civil, foi restituída ao engenheiro.

Na casa do agora ex-funcionário (motorista) da vítima, ele não foi encontrado para que pudesse dar sua versão dos fatos. Ele não atendeu nem mesmo as ligações que foram feitas para o seu celular. 
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar