JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 10 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Continua depois da publicidade



Morre bebê de 1 ano vítima de acidente na Dona Maria de Santana Borges

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/06/2022 - 20:36:34. - Por Carlos Paiva/Redação Última atualização: 27/06/2022 - 22:25:48.

Bebê de 1 ano que sofreu uma parada cardiorrespiratória após colisão entre carros na avenida Dona Maria de Santana Borges faleceu ainda na manhã deste domingo (26). A confirmação do óbito veio nesta segunda-feira (27) pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). Os pais da criança permanecem internados.

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência na noite de sábado (25), o casal e a criança estavam em um carro e colidiram com um outro carro que tinha um casal. A criança teve parada cardiorrespiratória, mas conseguiu ser reanimada no local e foi encaminhada para o Hospital de Clínicas, junto com a mãe. No entanto, morreu na manhã de domingo.

Leia também: Criança de um ano sofre parada cardiorrespiratória depois de acidente, no bairro Pontal

O casal que estava no outro carro foi encontrado consciente, somente com algumas dores.

O motorista de um dos carros, empresário, de 38 anos, chegou a ser preso por apresentar sintomas de embriaguez, mas foi liberado na Delegacia de Plantão da Polícia Civil.  Porém, em imagens divulgadas pelo Folha de Uberaba, o suspeito contestou a informação e afirma que o pai da criança atravessou o farol vermelho em alta velocidade, sendo possível conferir por meio de imagens de câmeras de segurança. 

De acordo com o que foi apurado pelo Jornal da Manhã, equipes do Corpo de Bombeiros Militar e Samu socorreram os três ocupantes do carro Renault Sandero, sendo que a criança, Antony da Silva Santos, chegou a apresentar parada cardiorrespiratória no local.  

O quadro foi revertido e o menino levado com vida para o pronto-socorro infantil do Hospital de Clínicas da UFTM, mas, apesar de todo o empenho da equipe médica, acabou morrendo cerca de uma hora após dar entrada na unidade. 

Os pais da criança, o mecânico e a dona de casa, ficaram internados. Ele apresentava trauma no abdômen e ela, suspeita de traumatismo craniano. Eles tomaram ciência da morte do filho no domingo (26), por meio de familiares. 

No local do acidente, o empresário relatou que ao sair do seu condomínio, no Honda HR-V Touring, cor azul, placas QUW-3869, o semáforo estava sinalizando a cor verde. Nesse momento, ao cruzar a avenida Dona Maria Santana Borges, o veículo Renault Sandero, que seguia na avenida, no sentido Centro-bairro, não respeitou a sinalização semafórica, colidindo lateralmente no seu veículo.

O empresário apresentou como testemunha de sua versão uma vendedora, de 28 anos. Ela estava sentada no banco da frente do carro e confirmou que o semáforo estava verde.  

Segundo informações, o empresário apresentava sinais de ter ingerido bebida alcoólica, tais como, andar cambaleante, olhos avermelhados, hálito etílico, confusão mental e demonstrando arrogância. Ele também se recusou a realizar o teste do etilômetro.

O empresário alegou fortes dores na clavícula, sendo que uma unidade do Samu prestou atendimento e o encaminhou para o hospital particular, com uma equimose na altura do abdômen.

Ele recebeu voz de prisão em flagrante por supostamente dirigir embriagado e teve o carro apreendido por suspeita de crime de trânsito. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, ele foi ouvido na Delegacia de Plantão e liberado, mas foi instaurado Inquérito Policial para apuração da prática do crime de lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e completa elucidação dos fatos. 

Com a morte do bebê, a Polícia Civil passa a investigar suposto crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor.   

Em seguida, os policiais militares da 191ª Companhia do 67ºBPM foram até o Hospital de Clínicas da UFTM, onde conversaram com o motorista do Renault Sandero.

Ele relatou que estava conduzindo o seu veículo Renault Sandero, de cor prata, placas HMW-4761, e tinha como passageiros sua esposa e seu filho Antony da Silva Santos, pela avenida Dona Maria Santana Borges, no sentido Centro-bairro.

Ainda de acordo com o mecânico, ao chegar no cruzamento, o semáforo estava aberto (cor verde) para ele, quando o veículo Honda desrespeitou a cor vermelha do semáforo, cruzando a avenida. Ele também conta que tentou frear, mas não conseguiu, vindo a colidir na lateral do veículo Honda.

Um perito criminal da Polícia Civil vai periciar o local do acidente, de forma indireta, para juntar no inquérito policial. O corpo do pequeno Antony da Silva Santos passou por exame de necropsia e foi liberado para que familiares pudessem velá-lo e sepultá-lo. 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar