JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 10 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Continua depois da publicidade



Seis filhotes de cães são queimados vivos no bairro Abadia

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/06/2022 - 12:50:21. - Por Bruno Campos Última atualização: 27/06/2022 - 18:45:01.

Foto: Leitora do Jornal da Manhã

Até que ponto pode chegar a crueldade humana? Na manhã desta segunda (27), uma uberabense, que prefere manter a identidade preservada, entrou em contato com o Jornal da Manhã para denunciar um crime contra a vida animal. Segundo a denunciante, seis filhotes de cachorro foram queimados vivos, no bairro Abadia, em Uberaba, neste sábado (25). Inconformada, a mulher conta que o crime, que aconteceu na rua da Constituição, esquina com a Rua Patos, foi repassado à Polícia Militar, mas que nada foi feito.

“É revoltante. É muita maldade contra um animal indefeso. A gente ligou no 190, mas a polícia não compareceu. Falou que era obrigação da prefeitura, não compareceram. Ligamos várias vezes, mas falavam para a gente ligar na prefeitura. Nem lá no local a polícia foi para ver os corpinhos dos cachorros”, relata a mulher.

O JM entrou em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar a fim de saber se houve alguma notificação da ação criminosa junto às autoridades, mas não houve retorno.

A reportagem também entrou em contato com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam). A assessoria da Semam informou que o superintendente de Bem Estar Animal, Alberto Faria informou não ter informações sobre o ocorrido e, a partir da denuncia do JM irá buscar saber a veracidade dos fatos, já que sequer a PM teria registado Boletim de Ocorrência. 

Além da barbárie já consumada, a denunciante teme pela vida da cadela, mãe dos filhotes mortos, que continua a visitar o local em busca das crias. Além da mãe dos filhotes, a mulher conta que acredita que outro cachorro também possa ser vítima dessa ação. Segundo ela, um morador da rua mudou de residência, deixando para trás um cachorro. Abandonado, o cão chora muito, o que tem irritado algumas pessoas das redondezas.

As vereadoras Denise Max e Alessandra Piagem, da causa animal, também foram procuradas pelo JM. Denise ainda não confirmou e Alessandra disse que não recebeu informações sobre o caso, que passa a ser investigado.

A matéria segue em atualização.*
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar